Diferenças entre edições de "Josef Krips"

492 bytes adicionados ,  00h26min de 1 de agosto de 2009
sem resumo de edição
( nova página: '''Josef Alois Krips''' (8 de Abril de 1902 - 13 de Outubro de 1974) foi um maestro e violinista austríaco. Krips nasceu em Viena, Áustria e se tornou aluno de...)
 
<!--[[Image:Josef Krips.jpg|right|250px|thumb|Josef Krips]]-->
'''Josef Alois Krips''' ([[Viena]], [[8 de Abril]] de [[1902]] - [[Genebra]], [[13 de Outubro]] de [[1974]]) foi um [[maestro]] e [[violinista]] [[Áustria|austríaco]].
 
==Biografia e carreira==
Krips nasceu em [[Viena]], [[Áustria]], eirmão de [[Henry Krips]], que mudou-se tornoupara a [[Austrália]] e foi o maestro chefe da [[Orquestra Sinfônica de Adelaide]] for vinte e três anos. Foi aluno de [[Eusebius Mandyczewski]] e [[Felix Weingartner]]., Dee de 1921 até 1924 ele serviu como assistente de Weingartner na [[Viena Volksoper]] e como maestro do [[coro]]. Depois disso elePosteriormente se tornou maestro de muitas orquestras, incluíndo o período como diretor musical da orquestra em [[Karlsruhe]] de 1926 até 1933. Em- 1933 eleano em que retornou para Viena como o maestro residente da Volksoper. Ele tambémTambém se tornou professor da [[Academia de Finas Artes de Viena]] em 1935. Ele conduziuConduziu regularmente no [[Festival de Salzburgo]] entre 1935 e 1938. Em 1938, com a [[Anschluss|anexação da Áustria pelos nazistas]], Krips foi forçado a deixar seu país. Krips foiera um [[Igreja Católica|católico romano]], mas por seu pai ter sido [[Judaísmo|judeu]] ele foihavia sido excluído de toda a atividade musical queno estava envolvidopaís). Krips Mudou-se mudou para [[Belgrado]], onde ele trabalhou por um ano com a [[Ópera de Belgrado]] e com a [[Filarmônica de Belgrado]], até a Iugoslávia[[Jugoslávia]] se involverenvolver com a [[Segunda Guerra Mundial]].
 
Retornando para a Áustria no fim da guerra em 1945, Krips foi um dos poucos maestros que eram permitidos a trabalhar, pois ele nunca tinham trabalhado sob o regime nazista. Ele foiFoi o primeiro maestro a conduzir a [[Filarmônica de Viena]] e o [[Festival de Salzburgo]] no período pós-guerra. De 1950 até 1954 Krips foi o maestro principal da [[Orquestra Sinfônica de Londres]]. Depois disso ele comandou a [[Orquestra Filarmônica de Buffalo]] e a [[Orquestra Sinfônica de São Francisco]], no período entre 1963 até 1970. Ele fez sua estréia no [[Covent Garden]] em 1963 e no [[Metropolitan Opera]] em 1966, sendo a partir dessas datas, convidado a conduzí-las frequentemente. Em 1970 ele se tornou o maestro da [[Ópera Alemã de Berlim]]. Entre 1970 e 1973 ele foi o principal maestro da [[Sinfônica de Viena]].
 
Krips morreu em Geneva[[Genebra]], [[Suíça]] em 1974, aos setenta e dois anos. Seu irmão foi Henry Krips, que mudou-se para a Austrália e foi o maestro chefe da [[Orquestra Sinfônica de Adelaide]] for vinte e três anos.
 
==Referências==
* "Josef Krips: Obituary". ''The Musical Times'', vol. 115 (no. 1582): pp. 1071. 1974.
 
[[Categoria:Maestros da Áustria]]
* "Josef Krips: Obituary". The Musical Times vol. 115 (no. 1582): pp. 1071. 1974.
[[Categoria:Violinistas da Áustria]]
[[Categoria:Judeus da Áustria]]
 
[[de:Josef Krips]]
[[Categoria:Maestros]]
[[en:Josef Krips]]
[[es:Josef Krips]]
[[fr:Josef Krips]]
[[it:Josef Krips]]
[[he:יוזף קריפס]]
[[nl:Josef Krips]]
[[ja:ヨーゼフ・クリップス]]
[[ru:Крипс, Йозеф]]
[[simple:Josef Krips]]
[[zh:约瑟夫·克里普斯]]