Abrir menu principal

Alterações

3 492 bytes adicionados ,  04h45min de 27 de agosto de 2009
sem resumo de edição
O '''CinemaScope''' foi uma tecnologia de lentes anamórficas usada entre 1953 e 1967 para a gravação de filmes widescreen, e marcou o início do formato moderno tanto para a fotografia quanto para a projeção de filmes. O surgimento dessa tecnologia de lentes anamórficas, teoricamente, permitiu que o processo criasse uma imagem de até uma relação de aspecto 2.66:1, quase duas vezes tão larga quanto o até então onipresente formato 1.37:1.
 
==História==
 
==Origens==
 
 
O professor francês [[Henri Chrétien]] desenvolveu e patenteou um novo processo de filmagem que ele chamou Anamorphoscope no final da década de [[1920]]. Esse processo que viria a constituir a base do CinemaScope. Chrétien se baseou em lentes que empregavam um truque ótico que produziam uma imagem duas vezes maior que produziriam com lentes convencionais. [http://jkor.com/peter/scopehist.html] Mais tarde, em [[Nova York]], estréia um processo semelhante ao de Chrétien impressiona os grandes estúdios de Hollywood da época, que estavam ansiosos para reconquistar o público perdido de fascínio da [[televisão]]. A [[Twentieth Century Fox]] então comprou os direitos do Anamorphoscope. No entanto, ainda era necessário ser definido o formato que se iria usar. Então as primeiras lentes de Chrétien foram rapidamente transportadas para Hollywood, onde foram analisadas. A partir desta análise foram criadas as base para o CinemaScope. A produção de [[The Robe]] foi interrompida para que o filme pudesse ser produzido em CinemaScope, teconologia que o presidente da [[Twentieth Century Fox|Fox]], Spyros Skouras chamava de "o futuro do cinema". Com a introdução do CinemaScope, a [[Twentieth Century Fox|Fox]] e as outras grandes produtoras seriam capaz de reafirmar a sua distinção do seu novo concorrente - a televisão. [http://www.in70mm.com/newsletter/2002/67/panavision/panavision_beginning.htm]
CinemaScope foi um formato de filme usado de 1953 à 1967. Visava impedir que a tv destruísse com a indústria do cinema. O padrão foi a base para uma revolução na indústria.
 
==Inicio da utilização==
 
[[The Robe]] foi o primeiro filme produzido em CinemaScope, selecionado pela Fox por seu caráter épico. Durante a produção, dois outros filmes, [[How to Marry a Millionaire]] e [[Beneath the 12-Mile Reef]] começaram também a ser produzidos. A produção de [[How to Marry a Millionaire]] terminou primeiro, antes de [[The Robe]], mas devido à sua importância, [[The Robe]] foi lançado primeiro.
 
A [[Twentieth Century Fox|Fox]] então utilizou-se de toda a sua influência para promover o CinemaScope. Com o sucesso de [[The Robe]] e [[How to Marry a Millionaire]], o processo alcançou sucesso em Hollywood. Então o estúdio licenciou a tecnologia para muitos dos grandes estúdios cinematográficos, incluindo a [[Columbia Pictures|Columbia]], [[Warner Bros]], [[Universal Studios|Universal]], [[MGM]] e [[Walt Disney ]].
 
A [[Walt Disney Productions]] foi uma das primeiras prudutoras a licenciar o processo de CinemaScope da Fox, e entre outros, criou o considerado primeiro grande exemplo de filme épico de ação em cinemascope [[20.000 Léguas Submarinas (filme)|20.000 Léguas Submarinas]].
 
Devido à incerteza inicial do sucesso do processo, uma grande quantidade de filmes foram rodados simultaneamente com lentes anamórficas e regulares. Apesar do sucesso inicial com o processo, a Fox não se ateve a sua alegação de filmar cada produção com o processo. O CinemaScope como nome comercial foi reservado somente para as grandes produções, enquanto as produções "B" em preto e branco continuavam com as lentes normais.
 
{{esboço-filme}}
1 064

edições