Abrir menu principal

Alterações

27 bytes adicionados ,  20h08min de 17 de setembro de 2009
No início da [[década de 1960]], foi feita uma transmissão exterior a partir do topo da torre, durante a qual foi observada e descrita a primeira passagem dum satélite pelo céu de Londres. Depois disso, a torre continuou a ser usada para novas transmissões até [[1969]] e para a Universidade Aberta até ao início da [[década de 1980]]. O mastro da antena ainda se mantém de pé e ainda é usado para a transmissão da televisão analógica local, para o rádio comercial local e para as trasmissões de [[DAB]]. O principal transmissor de televisão de Londres está situado no [[The Crystal Palace|Crystal Palace]], no Sul de Londres.
 
No início de [[1980]], o Conselho de Haringey Council tomou a gestão do Alexandra Palace ao GLC e decidiu renovar o edifício. No entanto, apenas seis meses depois, no dia [[10 de Julho]], um par de dias depois do ''Great British Beer Festival'' (Grande Fetival Britânico da Cerveja) e do ''Capital Radio's Jazz Festival'' (Festival de Jazz da Rádio Capital), um segundo e desastroso incêndio começou sob o órgão e espalhou-se rapidamente, destruindo metade do edifício. Uma vez mais, as paredes exteriores sobreviveram e as partes orientais, incluindo o teatro, o estúdio da BBC e o mastro aéreo, foram salvas. Neste incêndio, parts do famoso órgão foram destruidas. No entanto, e por um feliz acaso, o instrumento tinha sido desmantelado para reparação, pelo que algumas partes (incluindo quase todos os tubos) estavam guardados longe do edifício. <!--SomeAlguns ofdos thedanos damageno topalácio theforam palacereparados wasimediatamente, repairedmas immediatelyo butConselho de Haringey Councilgastou overspentexcessivamente onnos the restorationrestauros, creatingcriando aum défice de £30 millionmilhões deficitde libras. <!--It was then reopened to the public in 1988 under a new management team headed by Louis Bizat. Later the Council was severely criticised for this overspend in a report by Project Management International.<ref>Project Management International plc, ''Alexandra Palace: Report for the London Borough of Haringey'' (1990)</ref> This was followed by the decision of the [[Attorney General]] in 1991 that the overspending by the Council as trustee was unlawful and so could not be charged to the charity. The Council for some years did not accept this politically embarrassing finding, and instead maintained that the charity "owed" the Council £30m, charged compound interest on what it termed a "debt" (which eventually rose to a claim of some £60m), and to recoup it tried to offer the whole palace for sale - a policy their successors are still trying to carry out despite being stalled in the High Court in 2007. As of June 2008, it is still unclear whether the Council in either of its guises has agreed to write off its overspend.-->
 
[[File:Alexandra Palace and station.jpg|thumb|250px|A antiga estação de caminho de ferro de Alexandra Palace, dominada pelo próprio palácio. Actualmente é um centro comunitário.]]
14 783

edições