Diferenças entre edições de "Charles Alexandre de Calonne"

34 bytes adicionados ,  00h25min de 22 de outubro de 2009
m
Bot: Adicionando: ca:Charles Alexandre de Calonne; mudanças triviais
m (Checkwiki: limpeza de sintaxe utilizando AWB)
m (Bot: Adicionando: ca:Charles Alexandre de Calonne; mudanças triviais)
[[Ficheiro:Calonne by lebrun.jpg|thumb|Retrato de '''Charles Alexandre de Calonne''' por [[Marie Louise Élisabeth Vigée-Lebrun]].]]
'''Charles Alexandre, visconde de Calonne''' ([[Douai]], [[20 de janeiro]] de [[1734]] – [[Paris]], [[29 de outubro]] de [[1802]]) foi um [[Político|estadista]] [[França|francês]] e o controlador geral das finanças do Estado, durante o reinado de [[Luís XVI]], entre os anos de [[1783]] e [[1787]].
 
Nascido de família nobre, seguiu a carreira do [[Direito]] e se tornou sucessivamente [[advogado]] do conselho geral em [[Artois]], [[procurador]] para o ''parlement'' de [[Douai]], mestre de requisições, [[intendente]] de [[Metz]] (1768) e de [[Lille]] (1774). Ele parece ter sido um homem de grande capacidade empresarial e temperamento alegre, mas completamente sem habilidade em ação política. Na terrível crise que precede a [[Revolução francesa]], quando ministros após ministros tentavam em vão recuperar as finanças reais, Calonne foi chamado para manter o controle geral dos negócios. Ele assumiu o cargo em [[3 de novembro]] de [[1783]].
 
Ele deveu esta posição a [[Charles Gravier]], conde de Vergennes e chefe do Conselho das Finanças, que por mais de três anos consecutivos o apoiou; mas o rei não gostava dele, e, segundo o embaixador [[Áustria|austríaco]], sua imagem pública era extremamente pobre. Quando assumiu o cargo ele encontrou um déficit público de 600 milhões, e não tinha idéia de como iria pagá-los. Confrontado com um débito público enorme, e uma situação financeira que se deteriorava firmemente, Calonne adotou uma política da despesas para inspirar a confiança na posição financeira da nação. Propôs, então, um imposto direto sobre as terras, e a chamada aportação dos conjuntos provinciais, um imposto sobre o selo, e a redução de alguns privilégios dos nobres e do clero.
[[Categoria:Políticos da França|Calonne, Charles Alexandre de]]
 
[[ca:Charles Alexandre de Calonne]]
[[de:Charles Alexandre de Calonne]]
[[en:Charles Alexandre de Calonne]]
405 071

edições