Diferenças entre edições de "Acordo Sykes-Picot"

7 bytes adicionados ,  11h10min de 2 de novembro de 2009
[[ImagemFicheiro:Sykes-Picot-1916.gif|thumb|300px|Zonas de influência [[França|francesa]] e [[Reino Unido|britânica]] estabelecidas pelo Acordo Sykes-Picot.]]
 
O [['''Acordo Sykes-Picot]]''' de [[16 de maio]] de [[1916]] foi um ajuste secreto entre os governos do [[Reino Unido]] e da [[França]] que definiu as suas respectivas esferas de influência no [[Oriente Médio]] após a [[Primeira Guerra Mundial]]. Os limites estabelecidos pelo acordo ainda permanecem na maior parte da fronteira comum entre a [[Síria]] e o [[Iraque]].
 
O acordo foi negociado em novembro de [[1915]] pelo [[diplomata]] francês [[François Georges-Picot]] e pelo britânico [[Mark Sykes]].
Os principais termos do acordo foram confirmados pela [[Conferência de San Remo|Conferência inter-aliada de San Remo]], em 19-26 de abril de 1920, e pelo [[conselho da Sociedade das Nações|Conselho]] da [[Sociedade das Nações]] em [[24 de julho]] de [[1922]], estabelecendo os [[mandato (direito internacional)|mandato]]s britânico e francês correspondentes às áreas definidas pelo ajuste de 1916.
 
== {{Bibliografia}} ==
* [[Demetrio Magnoli|MAGNOLI, Demetrio]]. ''História da Paz''. São Paulo: Editora Contexto, 2008. 448p. ISBN 8572443967
 
[[Categoria:Tratados sobre fronteiras|Sykes Picot]]
324 857

edições