Diferenças entre edições de "Alfabeto cirílico"

4 bytes removidos ,  23h24min de 5 de dezembro de 2009
m
sem resumo de edição
(Desfeita a edição 17877241 de Ja.santosferreira (o trecho é específico quando não existem fontes e LEs; basta comparar com os outros artigos, que absurdo)
m
O '''alfabeto cirílico''' (em [[Língua búlgara|búlgaro]] e [[Língua macedônia|macedônio]]: кирилица; em [[Língua russa|russo]]: кириллица; em [[Língua ucraniana|ucraniano]]: кирилиця; em [[Língua bielorrussa|bielorusso]]: Кірыліца; em [[Língua rutena|ruteno]]: кырилиця; em [[Língua sérvia|sérvio]]: ћирилица) é um [[alfabeto]] cujas variantes são utilizadas para a grafia de seis [[Língua nacional|línguas nacionais]] [[Línguas eslavas|eslavas]] (bielorrusso, búlgaro, macedônio, russo, sérvio<ref>Na [[Sérvia]] e em [[Montenegro]], o [[alfabeto latino]] é usado alternada e concomitantemente.</ref> e ucraniano), além do ruteno, e outras [[Língua extinta|línguas extintas]]. Ademais é usado por várias línguas não-eslavas, faladas na antiga [[União Soviética]] - como o [[mongol]], o [[Língua cazaque|cazaque]], o [[Língua uzbeque|uzbeque]], o [[Língua quirguiz|quirguiz]] e o [[Língua tadjique|tadjique]], entre outras da [[Europa Oriental]], do [[Cáucaso]] e da [[Sibéria]].
Com a entrada da [[Bulgária]] na [[União EuropéiaEuropeia]], em [[1.º de janeiro]] de [[2007]], o cirílico tornou-se o terceiro alfabeto oficial da comunidadeUnião.
 
== História ==
5 270

edições