Diferenças entre edições de "Odisseia"

19 bytes removidos ,  23h31min de 5 de dezembro de 2009
m
AO 1990
(AO 1990)
m (AO 1990)
| seguido_por =
| }}
{{PBPE|A ''Odisséia'Odisseia'|''Odisseia''}} (em [[Língua grega antiga|grego]]: Οδύσσεια, [[Transliteração]] ''Odýsseia'') é uma dos dois principais [[Poesia épica|poemas épicos]] da [[Grécia Antiga]], atribuídos a [[Homero]]. É, em parte, uma sequência da ''[[Ilíada]]'', outro obra creditada ao autor, e é um [[poema]] fundamental ao [[cânone ocidental]] moderno, e, historicamente, é a segunda - a primeira sendo a própria ''Ilíada'' - obra existente da literatura ocidental, tendo sido escrita provavelmente no fim do [[século VIII a.C.]], em algum lugar da [[Jônia]], região da costa da [[Ásia Menor]] então controlada pelos [[gregos]], e atualmente parte da [[Turquia]].<ref>Introdução de [[D.C.H. Rieu]] à ''Odyssey'' (Penguin, 2003), p. ''xi''.</ref>
 
O poema está centrado principalmente no [[herói]] grego [[Odisseu]] (ou [[Ulisses]], como era conhecido na [[mitologia romana]]) e sua longa viagem para casa depois da [[queda de Tróia]]. Odisseu leva dez anos para chegar à sua terra natal, [[Ítaca]], depois da [[Guerra de Troia]], que também havia durado dez anos.<ref>O cão de Odisseu, Argos, morre ''autik' idont' Odusea eeikosto eniauto'' ("vendo Odisseu novamente no vigésimo ano"), [http://www.perseus.tufts.edu/cgi-bin/ptext?lookup=Hom.+Od.+17.290 ''Odyssey'' 17.327]; cf. also [http://www.perseus.tufts.edu/cgi-bin/ptext?lookup=Hom.+Od.+2.129 2.174-6], [http://www.perseus.tufts.edu/cgi-bin/ptext?lookup=Hom.+Od.+23.85 23.102], [http://www.perseus.tufts.edu/cgi-bin/ptext?lookup=Hom.+Od.+23.129 23.170].</ref> Em sua ausência, presume-se que tenha morrido, e sua esposa, [[Penélope]], juntamente com seu filho, [[Telêmaco]], são obrigados a lidar com um grupo de indisciplinados pretendentes, os ''Mnesteres'' (em grego: ''Μνηστῆρες'') ou ''Proci'', que competem pela mão de Penélope em casamento.
5 270

edições