Diferenças entre edições de "Bruno Bettelheim"

19 bytes adicionados ,  16h21min de 17 de dezembro de 2009
m
Correção de dado incorreto, já que a anexação da Áustria (1938) ocorreu antes da deflagração da 2a Guerra Mundial (1939).
m (Correção de dado incorreto, já que a anexação da Áustria (1938) ocorreu antes da deflagração da 2a Guerra Mundial (1939).)
 
==Biografia==
DuranteApós a anexação da Áustria ao Terceiro Reich, às vésperas da [[Segunda Guerra Mundial]] quando os alemães ocuparam a Áustria, ele foi deportado junto com outros judeus austríacos para o [[campo de concentração]] de [[Dachau]] e, mais tarde, para [[Buchenwald]]. Aí pôde observar os comportamentos humanos quando o indivíduo é sujeito a condições extremas, percepcionadas como radicalmente destrutivas (desumanização), que estiveram mais tarde na base das suas teorias sobre a origem do [[autismo]].
 
Graças a uma amnistia em 1939, Bettelheim e centenas de outros prisioneiros foram libertados, o que lhe salvou a vida. Emigrou então rumo aos [[Estados Unidos da América|Estados Unidos]], onde foi professor de psicologia em universidades americanas e dirigiu o [[Instituto Sonia-Shankman]] em [[Chicago]] para crianças psicóticas, destacando-se o seu trabalho com crianças [[autismo|autistas]].
5

edições