Abrir menu principal

Alterações

50 bytes removidos, 12h30min de 10 de abril de 2006
m
não é o mm iw
'''Álvaro Pais''' foi um [[burguesia|burguês]] abastado que foi chanceler-mor dos reis [[Pedro I de Portugal|D. Pedro I]] e [[Fernando I de Portugal|D. Fernando]]. Desempenhou um importantíssimo papel na [[crise de 1383-1385|revolução de 1383-1385]], contribuindo por forma decisiva para a aclamação do [[Mestre de Avis]] para [[Lista de reis de Portugal|Rei de Portugal]]. Terá desempenhado acção importante para o [[tumulto|levantamento popular]] subsequente ao assassínio do [[conde Andeiro]], que, segundo se presume, também terá sido perpetrado por inspiração sua. Seu enteado — o dr. [[João das Regras]] — também viria a salientar-se em defesa dos direitos ao trono de [[João I de Portugal|D. João, Mestre de Avis]].
 
É de salientar a evolução histórica que, na sua época, veio trazer uma grande importância [[política]] à classe burguesa. Efectivamente, a [[nobreza]], assente numa estrutura sócio-politica senhorial, isto é, detendo a propriedade rural, vivendo da exploração da terra, vai cedendo a sua importância política a uma nova classe, cujo património assenta no desenvolvimento dos negócios, na expansão mercantil e no apoio dos homens de leis — os [[legista]]s.
[[Categoria:Políticos de Portugal]]
[[Categoria:História de Portugal]]
 
[[de:Alvarus Pelagius]]
30 334

edições