Abrir menu principal

Alterações

96 bytes adicionados ,  13h14min de 25 de janeiro de 2010
m
não é esboço faz tempo
{{Sem-fontes|data=janeiro de 2010}}
{{Wikificação|data=janeiro de 2010}}
{{Em construção|data=janeiro de 2010}}
O '''CinemaScope''' foi uma tecnologia de filmagem e projeção que utilizava lentes anamórficas e foi usada entre 1953 e 1967 para a gravação de filmes widescreen, marcando o início do formato moderno tanto para a fotografia quanto para a projeção de filmes. O surgimento dessa tecnologia de lentes anamórficas, teoricamente, permitiu que o processo criasse uma imagem de até uma relação de aspecto 2.66:1, quase duas vezes tão larga quanto o até então onipresente formato 1.37:1.
 
== Declínio ==
A fabricante de lentes Panavision foi inicialmente fundada no final de 1953 como um fabricante de adaptadores de lente anamórfica para projetores de cinema que exibiam filmes em CinemaScope, capitalizando-se com sucesso do novo formato anamórfico e preenchendo o vazio criado pela Bausch and Lomb, com sua incapacidade de produzir em massa os adaptadores necessários para os cinemas, com rapidez suficiente. Pensando em expandir seus negócios para além ds lentes do projetor, o fundador da Panavision Robert Gottschalk logo aprimorou as lentes da câmera anamórfica, criando um novo conjunto de lentes que incluía dois elementos rotativos anamórficos que entrelaçavam com a engrenagem do foco da lente. Essa inovação permitiu às lentes Panavision para manter o plano de foco em uma relação constante 2x, evitando o excesso de esticamento encontrado no CinemaScope. Após uma triagem demonstrativa, comparando os dois sistemas, muitos estúdios norte-americanos aprovaram as lentes Panavision anamórficas. A técnica Panavision também foi considerada mais atraente para a indústria, porque era mais acessível do que o CinemaScope e não era propriedade ou licenciada por um estúdio rival. Em meados da década de 1960, até mesmo a Fox havia começado a abandonar o CinemaScope, aderindo ao Panavision. A Fox finalmente capitulou à rival em 1967. In Like Flint, uma paródia do espião James Coburn, foi último filme da produtora em CinemaScope.
 
{{Esboço-cinema}}
 
[[Categoria:Equipamentos de cinema]]
21 509

edições