Diferenças entre edições de "Seminário Episcopal de Angra"

992 bytes adicionados ,  23h35min de 28 de abril de 2006
sem resumo de edição
m
 
Apesar dessa abertura solene e das avultadas obras que se realizaram, só em 1864 é que o Seminário Episcopal de Angra recebeu os seus primeros alunos internos.
 
==A coexistência com o Liceu==
Na sua fase inicial o Seminário e o Liceu de Angra partilharam instalações no antigo convento franciscano, sendo que a biblioteca que o Liceu tinha, na sala do convento para esse fim destinada, era quase exclusivamente constituída por livros que lá haviam deixado os frades [[franciscano]]s.
 
No ano lectivo de 1901-1902 foi entregue ao Seminário todo o edifício. A decisão de entregar o edifício ao Seminário parece estar ligada à epidemia de [[febre tifóide]] que em fins de Novembro do ano de 1900, causou a morte a 5 jovens que frequentavam o Seminário. Dada a gravidade da situação, os alunos foram autorizados a ir para junto das suas famílias, até finais de Janeiro seguinte e o Liceu mudou de instalações. Tal acontecimento parece ter influído na decisão do governo de entregar ao Seminário aquele velho edifício.
 
A situação de utilização exclusiva das instalações durou pouco, já que em [[1910]] ambas as instituições partilhavam novamente o edifício.
==Referências==
* Pereira, Augusto (cónego), ''A Diocese de Angra na História dos seus Prelados'', União Gráfica Angrense, [[Angra do Heroísmo]], 1950.