Diferenças entre edições de "Autorretrato com a Orelha Cortada"

2 bytes adicionados ,  10h10min de 28 de abril de 2010
m
"mantia" não existe em português
m (Bot: Adicionando: eo:Memportreto kun bandaĝita orelo; mudanças triviais)
m ("mantia" não existe em português)
'''Autorretrato com a Orelha Enfaixada''' ou '''Autorretrato com a Orelha Cortada''' é uma obra tracejada de [[Vincent van Gogh]], que retrata parte de sua [[loucura]] e genialidade.
 
Em [[23 de dezembro]] de [[1888]], véspera de Natal, após uma discussão com [[Gauguin]], Vincent cortou um pedaço do lóbulo da sua orelha esquerda e fez dois autorretratos (olhando pelo espelho, e aí tem-se a impressão de ter sido a orelha direita).<ref name="MEDICO">{{citar web|url=http://www.portalmedico.org.br/include/biblioteca_virtual/belas_artes/cap14.htm|titulo=Portalmedico - A doença de van Gogh|acessodata=21/12/2008}}</ref> Depois, embrulhou o pedaço da orelha em um lenço e o levou para uma [[prostituta]] de Arles <ref name="UOL">{{citar web|url=http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u242.jhtm|titulo=Uol Educação : Pintor holandês Van Gogh|acessodata=21/12/2008}}</ref>- com a qual ele mantiamantinha relações - com um bilhete que dizia: "''Guarde com cuidado''".<ref name="MEDICO"/>
 
Após sair do hospital, em 6 de [[janeiro]] de [[1889]], o pintor concebeu este autorretrato. Ao fundo, à direita, pode-se enxergar um quadro com japonesas à frente do [[Monte Fuji]] e a parte superior de um cavalete com uma tela em branco à esquerda. A inscrição que acompanha a obra no museu em que está exposto, o [[Instituto Courtauld|Instituto Courtauld de Arte]], diz que a justaposição de imagens pode sugerir sua perda de poder criativo e artístico. Supõe ainda que Van Gogh tenha recebido influência da pintura japonesa, por ostentar uma obra daquele país em sua casa e retratá-la em um quadro seu.