Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 05h40min de 13 de maio de 2010
m
 
==Campanha presidencial==
Em 1964, durante a campanha presidencial entre [[Lyndon Johnson]] e [[Barry Goldwater]] que ocupava as atenções do país, Gillespie lançou uma candidatura independente à [[Presidência dos Estados Unidos]]. Em tempos de conflitos raciais no país e [[Guerra do Vietnã]], sua plataforma, apoiada por ativistas e amigos músicos, prometia oportunidade igual de empregos a negros e brancos e combate ao [[racismo]]. Sua intenção era chamar atenção para os problemas do país e ele anunciou que se eleito colocaria [[Miles Davis]] como chefe da [[CIA]], [[Louis Armstrong]] como [[ministro da Agricultura]], [[Duke Ellington]] como [[Departamento de Estado dos Estados Unidos|secretário-de-Estado]] e [[Malcolm X]] como procurador geral. Entre outras excentricidades, prometia também oficialmente torcartrocar o nome da [[Casa Branca]] (White House) para Casa do Blues (Blues House). <ref>[http://hnn.us/roundup/comments/8085.html ''A Look At Dizzy Gillespie's 1964 Presidential Run'', Sholto Byrnes, The Independent (London), 20 Oct. 2004 ]</ref><ref>[http://indianapublicmedia.org/nightlights/before-colbert-there-was-dizzy-gillespies-1964-run-for-the-presidency/ ''IndianaPublicMedia:Before Colbert, There Was Dizzy: Gillespie’s 1964 Run for the Presidency'']</ref>
 
==Canções==