Diferenças entre edições de "Diluição"

496 bytes adicionados ,  23h00min de 20 de maio de 2010
sem resumo de edição
Ato'''Diluição''' é o ato físico-químico de tornar uma [[solução]] menos concentrada em partículas de [[soluto]] através do aumento da (número de vezes que a concentração da solução vai diminuir).
 
AchamosO o Fator'''fator de Diluiçãodiluição''' dividindocorreponde à relação entre o Volume[[volume]] da [[solução]], depois de diluidadiluída, peloe o Volumevolume da [[solução]], antes de ser diluidadiluída.
 
Para calcular os valores de uma diluição podemos usar a fórmula em seguinte:
c1•V1 = c2•V2
onde:
c1= concentração da solução antes de ser diluída (por exemplo, da solução de estoque);
c2 = concentração da solução depois de ser diluída;
V1 = volume da solução antes de ser diluída usada;
V2 = volume final da solução diluída.
 
'''c1•V1 = c2•V2''' <br />
Na natureza a diluição é um fenômeno ambiental muito importante pois permite o lançamento adequado de poluentes [[gasoso]]s ou [[líquido]]s, através de [[chaminé]]s ou de [[emissário]]s diminuindo o impacto da carga poluidora inicial. Estes tipos de lançamentos estão previstos, respectivamente, no [[Protocolo de Quioto]] e no [[Protocolo de Annapolis]]. Estes cálculos de diluição são efetuados na [[engenharia sanitária]] utilizando-se [[modelo]]s matemáticos ou [[modelos físicos]].
onde: <br />
'''c1'''= concentração da solução antes de ser diluída (por exemplo, da solução de estoque); <br />
'''c2''' = concentração da solução depois de ser diluída;<br />
'''V1''' = volume da solução antes de ser diluída usada;<br />
'''V2''' = volume final da solução diluída.
 
==Engenharia sanitária==
=={{Ver também}}==
Na natureza a diluição é um fenômeno ambiental muito importante pois permite o lançamento adequado de poluentes[[poluente]]s [[gasoso]]s ou [[líquido]]s, conduzidos através de [[chaminé]]s ou de [[emissário]]s, diminuindo o impacto da carga poluidora inicial. Estes tipos de lançamentos estão previstos, respectivamente, no [[Protocolo de Quioto]] e no [[Protocolo de Annapolis]]. Estes cálculos de diluição são efetuados na [[engenharia sanitária]] utilizando-se [[modelo]]s matemáticos ou [[modelos físicos]].
 
=={{Ver também}}==
* [[Concentração]]
* [[Emissário submarino]]
* [[Modelos físicos]]
=={{Bibliografia}}==
 
* Rios, Jorge L. Paes - "Estudo de um Lançamento Subfluvial. Metodologia de Projeto e Aspectos Construtivos do Emissário de Manaus" - Congresso Interamericano de AIDIS - Panamá, 1982.
 
* Azevedo Netto et al. - ''Manual de Hidráulica'' - Editora Blucher - São Paulo, 2001.
 
* Gonçalves, Fernando B. e Souza, Amarílio P. - "''Disposição Oceânica de Esgotos"'' - ABES - Rio de Janeiro, 1997.
 
=={{Ligações externas}}==
* [http://www.uniagua.com.br - Universidade da Água]
 
{{esboço}}
 
[[Categoria:Físico-química]]
[[Categoria:Química ambiental]]
[[Categoria:Saneamento]]
[[Categoria:TecnologiaEngenharia ambiental]]
[[Categoria:Engenharia hidráulica]]
 
 
[[Categoria:Tecnologia]]
[[cs:Koncentrace (chemie)]]
[[Categoria:Química ambiental]]
[[de:Stoffkonzentration]]
[[Categoria:Físico-química]]
[[en:Concentration]]
[[es:Concentración]]
[[fi:Konsentraatio]]
[[fr:Dilution]]
[[io:Koncentro]]
[[ja:モル濃度]]
[[nl:Concentratie]]
[[pl:Stężenie]]
[[sl:Koncentracija]]
[[vi:Nồng độ]]
[[zh:浓度]]