Diferenças entre edições de "Maragato (Brasil)"

20 bytes removidos ,  23h54min de 22 de maio de 2010
m
retirando {{semiw}} de artigos que possuem interwiki + ajustes utilizando AWB
m (retirando {{semiw}} de artigos que possuem interwiki + ajustes utilizando AWB)
'''Maragato''' foi o nome dado aos sulistas que iniciaram a [[Revolução Federalista]]
no [[Rio Grande do Sul]] em [[1893]], em protesto a política exercida pelo governo federal representada na província por [[Júlio Prates de Castilhos|Julio de Castilhos]] . Os maragatos eram identificados pelo uso de um lenço vermelho no pescoço.
 
O termo tinha uma conotação pejorativa atribuída pelos legalistas aos revoltosos liderados por [[Gaspar da Silveira Martins]], eminente tribuno, e o [[caudilho]] estrategista [[Gumercindo Saraiva]], que deixaram o exílio, no Uruguai, e entraram no Rio Grande do Sul à frente de um exército.
 
Como o exílio havia ocorrido em região do [[Uruguai]] colonizada por pessoas originárias da [[Maragateria]] (na [[Espanha]]), os republicanos , então chamados [[Pica-pau (Revolução Federalista)|Pica-paus]], os apelidaram de Maragatos, buscando caracterizar uma identidade "estrangeira" aos federalistas.
 
Com o tempo, o termo perdeu a conotação pejorativa e assumiu significado positivo, aceito e defendido pelos federalistas e seus sucessores políticos.
 
Na [[Revolução de 1923]] desencadeada contra a permanência de [[Borges de Medeiros]] no governo do estado, novamente a corrente maragata rebelou-se, liderada pelo diplomata e pecuarista [[Joaquim Francisco de Assis Brasil|Assis Brasil]]. Seus antagonistas que detinham o governo, eram chamados no Rio Grande do Sul, de [[Ximango_Ximango (política)|Ximango]]s, comparando-os à ''[[Gavião-carrapateiro|ave]]'' de rapina. O lenço vermelho identificava o Maragato. O lenço branco identificava o Pica-Pau e o [[Chimango]].
 
O movimento originou, no Rio Grande do Sul, o [[Partido Libertador]], de grande influência regional.
 
== Referências ==
* FRANCO, Sergio da Costa. 13º Caderno O PARTIDO FEDERALISTA DO RIO GRANDE DO SUL (1892-1928) . .Cadernos de História.Memorial do Rio Grande do Sul. [http://www.memorial.rs.gov.br/cadernos/maragatos.pdf Edição eletrônica]
 
 
{{esboço-história}}
[[Categoria:Revolução Federalista]]
[[Categoria:Revolução de 1923]]
{{semiw}}
 
[[en:Maragato (Brazil)]]
96 787

edições