Diferenças entre edições de "Les dimanches de Ville d'Avray"

195 bytes adicionados ,  03h33min de 27 de maio de 2010
sem resumo de edição
{{Cinema/Ficha Técnica Ampliada
| título =<big>Les dimanches de Ville d'Avray</big>
| título-br =Sempre aos Domingos
| título-pt = {{semtitpt}}
| imagem =
| ano = [[1962]]
| género = [[dramaDrama]]
| duração = 110
| país = {{FRA}}
| idioma =[[língua francesa|francêsFrancês]]
| cor-pb = p&b
| tipo = LF
| código-IMDB = 0055910
| direção = [[Serge Bourguignon]]
| roteiro = Serge Bourguignon<br />Antoine Tudal <br />Bernard Eschassériaux (livro)
| elenco = [[Hardy Krüger]]<br />[[Nicole Courcel]]<br />[[Patricia Gozzi]]<br />[[Daniel Ivernel]]
| produção =Romain Pinès
| co-produtor =
| produção executivo =
| música =[[Maurice Jarre]]
| edição =Léonide Azar
| diretor de arte =
| diretor de fotografia =Henri Decaë
| figurino =Marie-Claude Fouquet<br />Jacques Heim
| precedido_por =
| seguido_por =
| estúdio =
}}
 
'''Les dimanches de Ville d'Avray''' ([[Brasil|br]]: '''Sempre aos domingos''') é um [[Cinema da França|filme francês]] de [[1962]], do gênero [[drama]], baseado em livro homônimo de Bernard Eschassériaux e dirigido por [[Serge Bourguignon]].
 
==Sinopse==
{{spoiler}}
O filme trata do drama do [[Piloto (aviação)|piloto]] Pierre, vítima de amnésia após bombardear vilarejo e atingir uma criança na [[Guerra da Indochina]]. Retorna a [[França]] e lhe chama a atenção uma menina de nome Françoise, abandonada pelo pai num colégio religioso. Quando passam se encontrar, sempre aos domingos, causam inquietação a pessoas próximas.
 
== Elenco ==
* [[Hardy Krüger]] .... Pierre
* [[Nicole Courcel]] .... Madeleine
* [[Patricia Gozzi]] .... Françoise / Cybèle
* [[Daniel Ivernel]] .... Carlos
* [[André Oumansky]] .... Bernard
* Venceu por [[Oscar de melhor filme estrangeiro|melhor filme estrangeiro]] em 1963.
* Indicado às categorias de [[Oscar de melhor trilha sonora|melhor música]] e [[Oscar de melhor roteiro adaptado|melhor roteiro adaptado]] em 1964.
 
 
'''[[Globo de Ouro]]''' (1963)
* Indicado à categoria melhor filme estrangeiro.
 
=={{Ligações externas}}==
== Críticas==
O crítico de cinema do [[New York Times]] [[Bosley Crowther]], escreveu em 13 de Novembro de 1962:
 
"How can one give a fair impression of the exquisite, delicate charm of this wondrous story of a magical attachment
between a crash-injured young man who is suffering from amnesia and a lonely little 12-year-old girl?
 
By saying that it is what "Lolita" might conceivably have been had it been made by a poet
and angled to be a rhapsodic song of innocence and not a smirking joke."
 
== {{links externos}} ==
* {{imdb title|0055910}}
 
| title=[[Óscar{{Oscar de melhor filme estrangeiro]]}}
{{start box}}
{{succession box
| title=[[Óscar de melhor filme estrangeiro]]
| years=1963
| before=''[[Såsom i en spegel]]''
| after=''[[8½]]''}}
{{end}}
 
{{esboço-filme}}
{{semtitpt}}
 
{{DEFAULTSORT:Dimanches}}