Auto da Barca do Inferno: diferenças entre revisões

19 bytes removidos ,  18h13min de 27 de maio de 2010
m
Revertidas edições por 187.34.152.28, para a última versão por GoEThe
m (Revertidas edições por 187.34.152.28, para a última versão por GoEThe)
== Análise ==
=== Sátira social ===
Esta obra tem dado margem a leituras muito redutoras, que grosseiramente só nela vêem uma [[farsa]]. Mas se [[Gil Vicente]] fez a impiedosa das [[moléstia]]s que [[Corrosão|corroíam]] a sociedade em que viveu, não foi para se ficar aí, como nas farsas, mas para propor um caminho decidido de transformação em relaçergtãorelação ao presente.{{carece de fontes|data=Dezembro de 2008}}
 
Normalmente classificada como uma moralidade, muitas vezes ela aproxima-se da farsa; o que indubitavelmente fornece ao leitor é uma visão, ainda que parcelar, do que era a sociedade portuguesa do [[século XVI]]. Apesar de se intitular ''Auto da Barca do Inferno'', ela é mais o auto do julgamento das almas.{{carece de fontes|data=Dezembro de 2008}}
*'''Frade''': Uma Moça (Florença),uma espada, um escudo, um capacete e o seu hábito. Estes elementos representam a vida mundana do [[Clero]], e a dissolução dos seus costumes.
* '''Alcoviteira''':Virgo postiços,arcas de feitiços,almários de mentir, jóias de vestir, guarda-roupa, casa movediça, estrado de cortiça, coxins e moças. Estes elementos representam a exploração interesseira dos outros, para seu próprio lucro e a sua actividade de alcoviteira ligada à prostituição.
* '''Judeu''': bode. Este elemento simbolizadorsimboliza da sexiologiaa rejeição à fé cristã, pois o bode é o simbolo do Judaísmo.
*'''Corregedor''' e '''Procurador''': processos, vara da Justiça e livros. Estes elementos simbolizam a magistratura.
*'''Enforcado''': não traz elementos cénicos, mas em todas as ilustrações ele carrega a corda com que fora enforcado, que significa a sua vida terrena vil e corruptível.