Diferenças entre edições de "Estêvão Bettencourt"

28 bytes removidos ,  00h43min de 11 de junho de 2010
m
Recategorizando + Ajustes utilizando AWB
m (ajustes)
m (Recategorizando + Ajustes utilizando AWB)
'''Dom Estêvão Bettencourt''' ([[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[16 de setembro]] de [[1919]] - [[14 de abril]] de [[2008]]), batizado '''Flávio Tavares Bettencourt''', foi um dos mais destacados [[teólogo]]s [[brasil]]eiro do [[século XX]]. Foi também [[monge]] da [[Ordem dos Beneditinos]] do [[Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro)|Mosteiro de São Bento]], na [[Rio de Janeiro (cidade)|cidade do Rio de Janeiro]], [[Brasil]].
 
== Estudos ==
Realizou seus estudos fundamentais no [[Colégio São Bento]] do [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]]. Entrou para o [[Mosteiro de São Bento]] em [[1 de fevereiro]] de [[1936]]. Recebeu o [[hábito (veste)|hábito]] no mês de [[outubro]] do [[1937|ano seguinte]], quando realizou seus primeiros votos na sala capitular do mosteiro. Por causa de sua devoção aos mártires da Igreja nascente, foi-lhe dado, como [[padroeiro]] monástico, [[Santo Estêvão]].
 
Em novembro de [[1937]], o [[abade]] do [[Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro)|Rio de Janeiro]], [[Tomás Keller|Dom Tomás Keller]], considerando a sua inteligência destacada, enviou-o a [[Roma]], para estudar [[Filosofia]] no Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, onde obteve o grau de [[bacharelado|bacharel]], em [[7 de novembro]] de [[1939]]; e o de [[doutorado|doutor]], em novembro de [[1944]], com a defesa de sua [[tese]] sobre [[Orígenes]]: ''Doctrina Ascetica Origenis seu quid docuerit de Ratione animæ humanæ cum dæmonibus''. Voltou ao Brasil em [[1945]].
 
== Profissão monástica ==
* Em [[7 de outubro]] de [[1937]], emitiu votos de profissão simples no mosteiro do Rio de Janeiro.
* No mesmo mosteiro em que [[São Tomás de Aquino]] recebeu as primícias do ensino, em [[Monte Casino]], D. Estêvão fez sua [[Profissão Solene]] em [[7 de novembro]] de [[1940]].
 
== Diaconato ==
Foi [[ordem sacerdotal|ordenado]] [[diácono]] temporário em [[Roma]], a [[12 de julho]] de [[1942]].
 
== Presbiterado ==
Foi [[ordem sacerdotal|ordenado]] [[presbítero]] na [[Basílica de Santa Inês]] da [[Piazza Navona]], em [[Roma]], a [[18 de julho]] de [[1943]].
 
== Trabalho ==
Retornando ao [[Brasil]], em [[1945]], torna-se um grande educador, tendo sido professor:
 
* na Casa de Estudos dos Beneditinos, na cátedra de [[exegese]] (desde [[1945]]);
* na [[Universidade Santa Úrsula]] ([[1946]] e [[1980]]);
* na [[Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro]] ([[1958]] a [[1961]] e [[1968]] a [[1974]]);
* na [[Universidade Católica de Petrópolis]] ([[1968]] a [[1978]]);
* no Instituto Superior de Teologia da [[Arquidiocese do Rio de Janeiro]] (desde [[1985]]);
* no [[Instituto Pio X]] do [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]] ([[1957]] e [[1958]]).
 
== Publicações e traduções ==
* Foi diretor e redator da primeira revista sobre [[Apologética Católica]] do Brasil, a [[Pergunte & Responderemos]] (PR), publicação mensal do [[Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro)|Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro]], desde [[1957]] até [[2008]].
* Foi editor da edição brasileira da revista [[COMMUNIO]] desde sua fundação em [[1982]], até [[2001]].
 
=={{ Ligações externas}} ==
* [http://pr.veritatis.com.br "Pergunte e Responderemos" Online]
* [http://www.paroquiabomjesus.com/pag_extra/pag_extra.htm Paróquia Bom Jesus]
* [http://oindividuo.com/2008/04/15/dom-estevao-bittencourt O Indivíduo ]
 
[[Categoria{{DEFAULTSORT:Padres católicos do Brasil|Estevao Bettencourt]]}}
[[Categoria:Beneditinos|EstevaoPadres Bettencourtcatólicos do Brasil]]
[[Categoria:Apologética CatólicaBeneditinos]]
[[Categoria:Apologética católica]]
5 065

edições