Diferenças entre edições de "Associação Atlética Ferroviária (Assis)"

sem resumo de edição
|mascote =
|fundadoem = [[1 de maio]] de [[1927]]
|estádio = [[Estádio AntônioDr. VianaAdhemar de Barros Silva|AntônioDr. Adhemar Vianade SilvaBarros]]
|capacidade = 101.100
|presidente =
|liga =
}}
 
A '''Associação Atlética Ferroviária''' é um [[clube de futebol|clube]] [[brasil]]eiro de [[futebol]] da cidade de [[Assis]], no estado de [[São Paulo]]. Foi fundadofundada em [[1 de maio]] de [[1927]], e suas cores são vermelho e branco. O clube já participou 18 vezes das divisões menoresde acesso do [[Campeonato Paulista de Futebol]], mas nunca esteve na divisão principal.
 
===História===
EstaA Associação Atlética Ferroviária de Assis agremiação(AAFA) foi fundada, em sua maioria, por funcionários da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, sediados na cidade. ATambém Ferroviáriaconhecida decomo Assisa foi”Veterana“, umamarcou dasépoca primeiras equipesdisputando a participar da divisão de acesso, atual A-2, onde atuou de 1949 até 1952, eaté ser rebaixada pela FPF em razão da criação de 1958uma alei 1959.que Aindaexigia nosum anosmínimo de 1950,50.000 disputouhabitantes na cidade para que um time disputasse a Terceirasegunda divisão. Retornou à Segunda Divisão, (atual A-3,2) fatoem que1958 see repetiupermaneceu váriasaté vezeso nosano anosseguinte. naA décadapartir seguintede 1960, disputou a terceira divisão, até 1976, quando encerrou suas atividades.
 
Seu estádio na Rua Brasil - o Dr. Adhemar de Barros - com capacidade para 1.000 pessoas, foi nascendo aos poucos; primeiro o campo, depois as arquibancadas, os vestiários, e por fim a iluminação. Foi nele que o time mandou seus jogos na sua fase profissional. A AAFA é também chamada de “Vermelhinha da Rua Brasil“.
Seus times revelaram ao longo dos anos vários jogadores que se tornaram conhecidos no estado e no país. Teve, e ainda tem, muitos admiradores da "velha guarda" que relembram com nostalgia os seus feitos e passagens pelos campeonatos da Federação. Sua última participação ocorreu em 1976, e a desvinculação da FPF foi ocasionada pelas dívidas trabalhistas do clube, obrigando-o a uma parada e à sua consequente desativação do departamento profissional.
 
Seus times revelaram, ao longo dos anos, vários jogadores que se tornaram conhecidos no estado e no país. Teve, e ainda tem, muitos admiradores da "velha guarda" que relembram com nostalgia os seus feitos e passagens pelos campeonatos da Federação. Sua última participação ocorreu em 1976, e aA desvinculação da FPF foi ocasionada pelas dívidas trabalhistas do clube, obrigando-o a uma parada e à sua consequente desativação do departamento profissional.
{{esboço-timebr}}
 
Utilizador anónimo