Diferenças entre edições de "Partido Popular (Brasil)"

21 bytes adicionados ,  15h45min de 3 de setembro de 2010
 
== Novos partidos ==
A partir de [[1980]] as forças políticas se reorganizam e surgem então novos partidos: o [[Partido Democrático Social]] herdou o capital político da [[Aliança Renovadora Nacional|Arena]] e o [[Partido do Movimento Democrático Brasileiro]] sucedeu ao [[Movimento Democrático Brasileiro|MDB]], sob a liderança de [[Ulysses Guimarães]]. Em [[São Paulo (estado)|São Paulo]] surgiu o [[Partido dos Trabalhadores]], como expressão dos movimentos sindicais que resultaram nas greves dos metalúrgicos na região do ABC Paulista, sob o comando de [[Luiz Inácio Lula da Silva]]. Em outro lance da reforma partidária, a disputa pela herança política de [[Getúlio Vargas]] causou uma contenda entre os partidários de [[Leonel Brizola]] e os da deputada federal [[Ivete Vargas]] pelo comando do [[Partido Trabalhista Brasileiro]]. Sobrinha-neta de Getúlio, Ivete era figura menor do trabalhismo, mas foi apoiada no seu pleito pelo general Golbery do Couto e Silva, eminência parda do regime militar, numa bem-sucedida manobra para enfraquecer a maisressurreição popularda legenda domais popular no período histórico anteriorque precedeu àa ditadura. Como era previsto, a questão foi resolvida pelo [[Tribunal Superior Eleitoral]] a favor de Ivete Vargas, levando os trabalhistas a fundarem o [[Partido Democrático Trabalhista]]. A última agremiação surgida nesse cenário foi o Partido Popular que abrigava políticos moderados tanto da antiga Arena quanto do MDB e se posicionava como uma via alternativa para a sucessão presidencial de [[1985]]. A principal liderança do PP foi o senador mineiro [[Tancredo Neves]].
 
== Incorporação ao PMDB ==
Utilizador anónimo