Sucata: diferenças entre revisões

3 bytes adicionados ,  16 de setembro de 2010
aj
(aj)
'''Sucata''' é a denominação dada à todo o tipo de [[material]], [[produto]] ou resíduo descartados que sejam passíveis de reciclagem na [[indústria]].
 
Sucatas termo moderno, dessa forma podem ser metálicas (ferro, aço, cobre, alumínio, zinco, magnésio etc) ou não-metálicas (papel, vidro, plástico, borracha etc), tudo dessa e para essa [[industriaindústria]] - [[nacional]], como determina o bom [[planejamento]], presente já entre os nossos colonizadores, sabemos que muitas cidades foram planejadas no [[Brasil]], começando pelas capitais, devidamente planejadas pela corte do [[Império do Brasil]].
 
Não confundir, portanto, sucatas([[industrial]]) com lixo, materiamatéria da [[biologia]] se [[organizar]], uma vez que este último não tem possuido serventia alguma, imediata, para ação de [[indústria]] no presente, mas modernamente está tendo grande serventia sob aspecto tanto [[legal]] como [[científico]], em novo [[conceito]], já presente nos conceitos [[antigo]](s) de [[Getúlio Vargas]] ([[Porto Alegre]])e [[Juscelino KubitshekKubitschek]] ([[Belo Horizonte]]), pois naquela altura e naquele tempo antigo, já procura-se utilizá-lo seja em [[aterros sanitários]], expansões urbanas como tem sido feito em [[Porto Alegre]], no [[Rio Grande do Sul]], em que o [[rio GuaibaGuaíba]], como exemplo, onde vem sendo desenvolvido o [[urbanismo]] e necessária [[arquitetura]], na forma da [[ciência]], dentro de programas consistentes como [[Plano de Aceleração do Crescimento]] (2002-2010)]], em que se está dando continuidade histórica aos conhecidos planos também consistentes de governos anteriores como o [[Plano de Metas]] (1956-1960)]] e os também conhecidos [[Planos Nacionais de Desenvolvimento I a IV (1964-1985)]], como forma de solucionar problemas urbanos e ao mesmo tempo, como forma da solução [[biodegradável]], de absorção pela própria [[natureza]], que encarrega em decompor e reaproveita-lo, na forma da [[biologia]] correta.
 
{{esboço-objeto}}
60 593

edições