Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 22h44min de 27 de setembro de 2010
sem resumo de edição
Em [[Ecologia]], um '''biótopo''' ou '''ecótopo''' (do [[língua grega|grego]] biótopo ''bios'' = vida + ''topo'' = lugar, ou seja, é o lugar onde se encontra a [[vida]] ou então ecótopo ''oikos'' = casa + ''topo'' = local ou seja é a casa onde os seres vivos se fixam ou se apoiam é onde eles podem andar, voar ou nadar para desenvolver suas atividades de sobrevivência). O biótopo é o local que apresenta regularidade de condições ambientais para as [[população|populações]] de [[animal|animais]], [[vegetal|vegetais]] e microorganismos se estabelecerem no ambiente,fazerem seus ninhos, manterem suas crias, em suma o biótopo é a casa dos seres vivos.
 
Para viver, os seres vivos, denominados em seu conjunto por [[biocenose]], dependem de fatores físicos e químicos do [[meio ambiente]]. Por exemplo em uma [[floresta]], o biótopo é a área que contém um tipo de [[solo]] com quantidades típicas de [[mineral|minerais]] e [[água]]) é onde as árvores fixam suas raízes e interagem com o [[clima]] com a ([[umidade]], [[temperatura]], intensidade de [[luminosidade]], o ar e outros fatores abióticos. Portanto os [[fatores abióticos]] de um biótopo interagem diretamente com a biocenose, e também são por ela influenciados como por exemplo as formigas, as minhocas e os tatús escavam o solo tornando-o mais arejado, as plantas fornecem gás oxigênio para o ar ao mesmo tempo que captam o gás carbônico e absorvem água do solo. O desenvolvimento de uma floresta, por exemplo, modifica a umidade do ar e a temperatura de toda uma região.
Utilizador anónimo