Diferenças entre edições de "John Barrymore"

Sem alteração do tamanho ,  19h25min de 26 de outubro de 2010
Barrymore entregou algumas das mais aclamadas performances da história do Teatro e do Cinema e foi amplamente visto como o maior intérprete da tela durante uma carreira cinematográfica de vinte e cinco anos como astro de mais de 60 filmes.
 
Barrymore especializou-se na comédia ligeira até ser convencido por seu amigo, o escritor teatral [[Edward Sheldon]], a tentar dramas sérios. Depois disso, Barrymore causou sensação em "''Justice''" (1916), de [[John Galsworthy]], co-estrelada por [[Cathleen Nesbitt]]. Seria Cathleen Nesbitt quem o apresentaria a [[Blanche Oelrichs]]. A este triunfo seguiram-se diversos sucessos em palcos da [[Broadway]]: "''[[Peter Ibbetson]]''" (1917) (em papel que seu pai Maurice desejava interpretar), "''Redenção''" (1918) de [[Leon Tolstoi]] e "''The Jest''" (1919), co-estrelada por seu irmão [[Lionel Barrymore]], alcançando o que parece ter sido seu zenite na carreira teatral com "''[[Ricardo III (peça)|Ricardo III]]''", em 1920. Barrymore sofre um aparente fracasso em sua carreira teatral com a peça "''Clair de Lune''" (1921), escrita por sua mulher [[Michael Strange]], mas depois apresenta seu maior sucesso no teatro com "''[[Hamlet]]''" (1922), que interpreta dana Broadway durante 101 apresentações, seguindo a seguir para [[Londres]], em 1925.
{{commons|John Barrymore}}
2 050

edições