Diferenças entre edições de "Carlos III, Duque de Saboia"

42 bytes adicionados ,  11h37min de 28 de outubro de 2010
sem resumo de edição
 
==Biografia==
Carlos III iniciou o seu reinado tendo que se impôr face às exigências da sua meia irmã [[Luísa de Sabóia]], que pretendia herdar o ducado, das do seu irmão bastardo [[Renato de Sabóia]], que exigia alguns feudos, e de seu irmão [[Filipe de Sabóia-Nemours]], que apoiava Luísa e Renato. Sem exército e sem grandes meios, Carlos III não conseguiu ter uma verdadeira política externa, mudando regularmente de aliança entre o seu sobrinho [[Francisco I de França]] e o seu cunhado [[Carlos Quinto]]. Uma série de derrotas entre [[1530]] e [[1536]] retira-lhe a maior parte dos seus estados, deixando-lhe apenas o [[Provença-Alpes-Costa Azul#Condado de Nice|condado de Nice]] e o [[Vale de Aosta]].
 
A autoridade do duque foi posta em causa pelas revoltas da cidade de [[Genebra]] e do [[cantão de Vaud]] não podendo, então com o apoio do imperador [[Carlos Quinto]], de quem era formalmente vassalo, por este se encontrar bloqueado em [[Nápoles]].
 
==Descendência==
Em [[1521]], em [[Villefranche-sur-Mer|Villefranche]], Carlos III casou com a infanta [[Beatriz de Portugal, Duquesa de Sabóia||D. Beatriz]], filha de [[Manuel I de Portugal|D. Manuel I]], [[Lista dosde Monarcas de Portugal|rei de Portugal]], e de D. [[Maria de Aragão]]. Por este casamento, torna-se cunhado do imperador [[Carlos V de Habsburgo|Carlos V]], que anteriormente desposara a infanta [[Isabel de Portugal, imperatriz da Alemanha|D. Isabel]], também ela filha do rei D. Manuel I.
Como dote, D. Beatriz transmite ao marido o '''[[Asti|condado de Asti]]''' que anteriormente lhe fora cedido pelo seu primo e cunhado, o imperador Carlos V.
Carlos III e Beatriz tiveram nove filhos, dos quais apenas um atingiu a idade adulta: