Diferenças entre edições de "Tradição judaico-cristã"

120 bytes adicionados ,  08h48min de 30 de novembro de 2010
sem resumo de edição
{{Sem-fontes|data=novembro de 2010| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=|2=|3=|4=|5=|6=}}
[[Ficheiro:The wrestle of Jacob.jpg|250px|thumb|direita|''Jacó lutando com o anjo'' de [[Gustave Doré]] (1832-1883 uma história judaico-cristã).]]
'''Tradição judaico-cristã''' ou somente '''judaico-cristianismo''' é um termo genérico usado para caracterizar o conjunto de crenças em comum do [[judaísmo]] e o [[cristianismo]], bem como a herança das tradições judaicas herdadas pelos cristãos. Este termo é apropriado para caracterizar, como principal fonte doutrinária das crenças judaicas e cristãs, com o conjunto de livros composto pelo [[Velho Testamento]] e do [[Novo Testamento]].
 
== Base de um conceito comum das duas religiões ==
Apoiantes do conceito judaico-cristão e a reivindicação que Cristianismocristianismo é o herdeiro do Judaísmojudaísmo, e que toda a lógica do cristianismo como uma religião baseia-se no fato que ela foi construída sobre o judaísmo. A maior parte da Bíblia cristã é, na verdade, o [[Tanakh]] judaciojudaico, embora em ordem diferente, sendo utilizado como material de ensino moral e espiritual de todo o mundo cristão. Os profetas, patriarcas e heróis das escrituras judaicas são também conhecidos no cristianismo, que utilizam o texto judaico como base para a sua compreensão da história judaico-cristã, e de figuras como [[Abraão]], [[Elias]] e [[Moisés]]. Como resultado, grande parte dos ensinamentos judaicos e cristãos são baseados em um texto sagrado em comum.
 
== Críticas ==