Diferenças entre edições de "As Duas Grandes Leis Espirituais"

1 033 bytes removidos ,  12h58min de 13 de dezembro de 2010
sem resumo de edição
Etiqueta: Ligações internas removidas
Um dos propósitos do livro, segundo o próprio autor, é "resgatar a essência do cristianismo primitivo e dos ensinamentos simples dados por Cristo, ensinamentos em sua maioria tergiversados no transcorrer de dezessete séculos".
 
O livro foi escrito na cidade de [[Rio Grande]]. Sua motivação foi fundamentar a Doutrina da Obediência a Deus que era e é ensinada nos Templos e Pontos de Pregação da [[Igreja Cristã Primitiva]], institucionalizada em [[1937]], na época ainda com a denominação de Sociedade de Filosofia Transcendental - Escola de Iniciação Cristã]], institucionalizada em [[1937]].
 
As Duas Grandes Leis Espirituais - Liberdade e Obediência é um livro escrito pelo professor peruano, Julio Ugarte y Ugarte, em 1939, na cidade portuária de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil.
O livro discorre sobre as duas grandes leis espirituais:
Lei de Liberdade - lei na qual encontram-se todos aqueles que se crêem livres de Deus, ou seja, cêem que possuem livre-arbítrio; e
Lei de Obediência - lei na qual encontram-se todos aqueles que obedecem a Deus conscientemente.
Um dos propósitos do livro, segundo o próprio autor, é "resgatar a essência do cristianismo primitivo e dos ensinamentos simples dados por Cristo, ensinamentos em sua maioria tergiversados no transcorrer de dezessete séculos".
O livro foi escrito na cidade de Rio Grande. Sua motivação foi fundamentar a Doutrina da Obediência a Deus que era e é ensinada nos Templos e Pontos de Pregação da Sociedade de Filosofia Transcendental, institucionalizada em 1937.
 
=={{Ligações externas}}==
9

edições