Quitina: diferenças entre revisões

1 086 bytes adicionados ,  16 de dezembro de 2010
sem resumo de edição
m (r2.5.2) (Bot: Adicionando: hi:काइटिन)
{{Info/Química
[[Ficheiro:Chitin.png|thumb|200px|Estrutura da molécula de quitina]]
| verifiedrevid =
| Name = Quitina
| ImageFile = Chitin.png
| ImageSize = 210px
| IUPACName = Poli-(b1-4)-N-acetilglicosamina<ref>[http://www.carbosynth.com/carbosynth/website.nsf/(w-productdisplay)/0887A423AD19E5FE80256FF0004CCA28 Chitin] ''Carbosynth'', acessado em 16 de dezembro de 2010</ref>
| OtherNames =
| Section1 = {{Chembox Identifiers
| Abbreviations =
| CASNo = 1398-61-4
| CASNo_Ref =
| CASOther =
| EINECS = 215-744-3
| PubChem =
| ChemSpiderID =
| HMDB =
| SMILES =
}}
| Section2 = {{Chembox Properties
| Reference =
| Formula = (C<sub>8</sub>H<sub>13</sub>O<sub>5</sub>N)<sub>n</sub>
| MolarMass =
| ExactMass =
| MeltingPt =
| Density =
| Solubility = insolúvel
| Appearance =
}}
| Section3 = {{Chembox Thermochemistry
| Reference =
| DeltaHf =
| DeltaHc =
| Entropy =
}}
| Section7 = {{Chembox Hazards
| ExternalMSDS =
| EUIndex =
| RPhrases =
| SPhrases =
| LD50 =
}}
| Section8 = {{Chembox Related
| Function = [[Polissacarídeo]]s
| OtherFunctn = [[Amido]], [[celulose]] e [[glicogénio]]
| OtherCpds =
}}
}}
 
'''Quitina''' é um [[Carboidrato|polissacarídeo]], insolúvel e córneo formado por unidades de N-[[acetilglicosamina]] (b-(1-4) 2-acetamido-2-deoxi-Dglicose) e precursor direto da [[quitosana]]. É o constituinte principal dos [[exosqueleto]]s dos [[artrópode]]s, e está presente, com menor importância, em muitas outras espécies [[animalia|animais]]. É, também, o constituinte principal das paredes celulares nos [[Fungi|fungos]]. No caso dos [[foraminífero]]s e outros animais, a [[concha]] ou carapaça, em geral é formada por uma primeira camada de quitina. A quitina é um polímero de cadeia longa derivado da glicose encontrado em muitos lugares do mundo natural. Quitina é o principal componente das paredes celulares de fungos; exoesqueletos de artrópodes como crustáceos (caranguejo, camarão, lagosta) e insetos (formigas, abelhas, borboletas); e partes de moluscos.
A quitina é útil para propósitos médicos e industriais. Quimicamente a quitina relaciona-se de perto com a quitosana, um derivado da quitina mais solúvel em água.
* [http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u592320.shtml Folha Ciência: Japoneses criam membrana ultrafina para cobrir órgãos feridos]
 
{{referências}}
{{Carboidratos}}