Carcinógeno: diferenças entre revisões

895 bytes adicionados ,  15h50min de 17 de dezembro de 2010
sem resumo de edição
m (r2.5.1) (Bot: Adicionando: hr:Kancerogen)
{{Sem-fontes|ciência=sim|data=Maio de 2008}}
 
O termo '''carcinógeno''' refere-se a qualquer forma de substância, [[radioisótopo]] ou radiação que é um agente que promove ou tem envolvimento directo com a facilitação do [[cancro (tumor)|cancro]] ou [[Genoma|instabilidade genômica]] devido à destruição das mudanças [[metabólica]]s celulares.
O termo '''carcinógeno''' ou '''carcinogênico''' refere-se a qualquer [[substância química|substância]], [[isótopo]], [[radiação]] ou outro agente físico ou biológico que provoque, agrave ou sensibilize o organismo para o surgimento de um [[câncer]]. Isto pode ocorrer em razão de danos ao [[genoma]] ou aos [[metabolismo celular|processos metabólicos celulares]]. Várias substâncias são consideradas carcinogênicas em decorrência da radiação, ([[raios gama]] e [[partículas alfa]]) que emitem. Outros carcinógenos são inalados, como o [[asbesto]], certas [[dioxina]]s e a fumaça do [[tabaco]].
 
O [[câncer]] é uma doença em que células alteradas não seguem para a [[morte celular programada]].
 
Os carcinógenos podem aumentar o risco de câncer, por alterarem o metabolismo celular ou danificarem diretamente o [[DNA]] da [[célula]], interferindo nos processos [[biológico]]s e induzindo uma [[divisão celular]] descontrolada e maligna, que finalmente leva à formação de [[tumor]]es. Normalmente, o dano ao DNA, se for severo demais para ser reparado, leva à morte celular programada, mas se o padrão de morte programada for afetado, a célula se torna cancerosa.
 
{{Tumores}}