Abrir menu principal

Alterações

34 bytes removidos ,  15h16min de 23 de dezembro de 2010
 
==Competências==
O sistema político português mantinha a administração do [[Ultramar]] separada, na quase totalidade, da administração da [[Metrópole]]. Assim, na orgânica do Governo de Portugal, os assuntos internos ultramarinos eram quase da inteira competência do Ministério do Ultramar, sendo que os outros ministérios apenas actuavam no território metropolitano. O ministério era pois um departamente abrangente que se ocupava de assuntos tão variados como a economia, a educação e cultura, a justiça e as obras públicas. Até o final da [[2ª Guerra Mundial]] o ministério tinha inclusive a competência exclusiva nos assuntos militares ultramarinos, para os quais mantinha um departamento especializado e um [[Exército Colonial Português|Exército Colonial]] independente do [[Exército Português|Exército Metropolitano]]. O Ministério do Ultramar era pois um super-ministério responsável pelo governo e administração internas do que são actualmente 6 países independentes ([[Angola]], [[Cabo Verde]], [[Guiné-Bissau]], [[Moçambique]], [[São Tomé e Príncipe]] e [[Timor Lorosae]]) e ainda outros territórios ([[Macau]], [[Goa]], etc...), abrangendo uma área quase do tamanho da [[Europa Ocidental]] e uma população de muitos milhões de habitantes.
 
==História==
5 433

edições