Diferenças entre edições de "Ponta Grossa Esporte Clube"

603 bytes adicionados ,  02h40min de 25 de janeiro de 2011
Logo no ano seguinte ao licenciamento do Operário o Ponta Grossa disputou a primeira divisão do paranaense, conquistando uma classificação mediana. Nos anos seguintes as campanhas medianas continuaram, e o novo clube não conseguia reunir um bom número de pessoas nas partidas.
 
Em 2000, por conta de uma exigência de um patrocinador ocorreu uma união dos departamentos de futebol do Ponta Grossa com o então licenciado Operário Ferroviário. O Operário/Ponta Grossa conseugiu inicialmente agregar muitos torcedores, mas as campanhas pífias, inclusive um rebaixamento, fizeram com que a parceria se desfizesse já em 2001. Em 2003 o clube foi extinto.
 
Sem o parceiro, o Ponta Grossa continuou a sua caminhada na segunda divisão de 2001. O time conquistou o acesso na 3ª colocação, vencedo os play-offs contra o Cataratas. Em 2002, em um campeonato sem os grandes clubes de Curitiba, o clube agonizou na última colocação. Como não havia rebaixamento, o time continuou na divisão principal em 2003.
 
Todavia, em 2003, o clube alegou dificuldades financeiras e vendeu a sua vaga na divisão principal para a ADAP de Campo Mourão. O nome do Ponta Grossa continuava na tabela do campeonato, mas todos os jogos foram mandados em Campo Mourão. No mesmo ano o clube foi extinto.
 
==Histórico em competições oficiais==
136

edições