Catorze santos auxiliares: diferenças entre revisões

4 bytes adicionados ,  17h11min de 7 de março de 2011
m
m (Correção de redirect de infobox)
A devoção a esses santos começou na região em 24 de setembro de 1445, quando Hermann Leicht, um jovem que pastoreava as ovelhas de um mosteiro [[Ordem dos Frades Menores|franciscano]], viu uma criança chorando num campo próximo a um mosteiro da [[Ordem de Cister]] em Langheim. Quando ele se agachou para tomar nos braços a criança que chorava, ela desapareceu subitamente. Algum tempo depois, a mesma criança apareceu no mesmo lugar. Dessa vez, duas velas queimavam próximas a ele. Em junho de 1446, Leicht viu a criança pela terceira vez. Dessa vez, a criança trazia junto de si uma rosa vermelha num cesto e estava acompanhada de outras treze crianças. A criança disse: “Nós somos os catorze auxiliadores e desejamos que construa uma capela aqui, onde possamos descansar. Se você for nosso servo, nós o seremos de você!” Um curto espaço de tempo depois, Leicht viu novamente duas velas descendendo queimando sobre o lugar. É alegado que, a partir de então, curas milagrosas começaram a ser manifestadas e atribuídas aos catorze santos.
 
Os irmãos da [[Ordem de Cister]], a quem pertenciam as terras, logo construíram uma capela que começou a receber [[peregrinação|peregrinos]] imediatamente. Um [[altar]] foi consagrado por volta de 1448.
 
Muitos peregrinos continuam a visitar a agora basílica ainda hoje, em grande fluxo principalmente entre os meses de maio e outubro.
1 158

edições