Abrir menu principal

Alterações

132 bytes adicionados, 19h00min de 7 de março de 2011
O "efeito Pauli" era conhecido comicamente como a suposta capacidade bizarra de quebrar equipamentos científicos apenas com sua presença. O próprio Pauli reconhecia esta reputação, gostando, onde quer que o "efeito Pauli" se manifestasse.
 
Além da Física, Pauli era um reconhecido perfeccionista. E isto não se limitava ao seu trabalho, mas ao trabalho de seus colegas. Como resultado, tornou-se conhecido como "a consciência da Física", dadas as críticas aos seus colegas. Era "cruel" se encontrasse qualquer falha nas outras teorias, chamando-as ''ganz falsch'' (algo como "completamente errado"). Famosíssima foi uma de suas declarações: "Não apenas não está certo, como nem ao menos está errado!" - querendo dizer que uma certa ideia estava tão mal formulada que nem havia elementos suficientes nela para prová-la como errada.
 
De acordo com uma anedota bem conhecida na comunidade física, após sua morte, em [[1958]], Pauli teve um encontro com [[Deus]]. Pauli perguntou por que a constante da estrutura fina tem o valor de 1/137,036.... [[Deus]] então foi para o quadro negro, onde começou a descrever equações num ritmo alucinante. Pauli observava-o com um grande sorriso, mas logo começou a balançar a cabeça negativamente para um lado e para o outro quase freneticamente...
Utilizador anónimo