Diferenças entre edições de "Regininha Poltergeist"

54 bytes removidos ,  16h57min de 14 de maio de 2011
m
m
A imagem sensual e a fama lhe renderam diversos convites para posar nua. Desde [[1992]], Regininha foi capa de diversas revistas masculinas como a [[Playboy (revista)|Playboy]] e a [[Sexy (revista)|Sexy]].
 
Na [[televisão]], além do humorístico da [[Rede Globo|Globo]] [[Zorra Total]], participou do "Básico Instinto", na [[Rede Bandeirantes|Bandeirantes]], em 1993. Atuou em pegadinhas do [[Domingão do Faustão|Faustão]] e foi convidada para estrelar programas das séries "Confissões de Adolescente" e "Como ser solteiro". Em [[1998]], depois de um tempo fora da TV, ela foi garota-propaganda da bebida "Cynar" e no ano seguinte chegou a apresentar o programa [[erotismo|erótico]] "Puro Êxtase", nas madrugadas da extinta parceria [[Rede CNT|CNT]]/[[Rede Gazeta|Gazeta]].<ref>{{Citar web |url=http://www.terra.com.br/istoegente/09/diversaoearte/tv_pontog.htm |título=Isto é Gente - |língua= |autor= |obra= |data=06/10/1999 |acessodata=}}</ref> regininha se especializou em sexo anal ganhou um avi.
 
No [[cinema]], em [[1994]], fez uma pequena participação no filme "[[Veja Esta Canção]]", de [[Cacá Diegues]]. Em [[1997]], interpretou a namorada de [[Pedro Cardoso]] no filme "Drão", dirigido igualmente por Cacá Diegues, e no [[teatro]] atuou na peça "Deu a louca no motel" em [[1998]].
31 261

edições