Battlefield: Bad Company 2: diferenças entre revisões

m
Revertidas edições por 79.168.11.37 para a última versão por 201.34.54.63
Etiqueta: Ligações internas removidas
m (Revertidas edições por 79.168.11.37 para a última versão por 201.34.54.63)
 
==Campanha==
O jogo começa com uma missão no Teatro do Pacífico da [[Segunda Guerra Mundial]]. Você joga como um fuzileiro naval E.U.A durante Operação Aurora. Eventualmente, no final da missão, o jogador vai ver e ouvir uma grande explosão antes de uma enorme onda de maré matar o personagem e seus companheiros de pelotão, bem como seus acompanhantes, um cientista japonês que tinha informações cruciais sobre um ADM japonês. O esquadrão [[Battlefield: Bad Company|Bad Company]] tenta recuperar uma arma russa. Depois de pegá-la, eles dirigem-se ao ponto da extração. Em seguida, reúnem-se com um general que informa-lhes que tudo era uma farsa. Ele então diz que eles agora são parte da Divisão de Atividades Especiais (SAD), a qual ele lidera. O General em seguida, envia-os para a Bolívia para resgatar um agente. A equipe Bad Company encontra forças russas com armamento pesado, juntamente com a milícia local.
Começamos o jogo em Outubro de 1044 num grupo de soldados Americanos a infiltrarem-se numa base japonesa, a operação que seguimos designa-se por "Operação Aurora" e tem como objectivo recuperar um arma de destruição massiva, de código "The black weapon".
 
No presente dia, encontramos os soldados Preston Marlowe, Terrence Sweetwater, George Haggard, and Sergeant Samuel Redford a lutarem na Russia na tentativa de recolher uma arma de destruição massiva, após muitos combates conseguem a arma apenas para descobrir que era apenas um prototipo. Mesmo assim conseguem impressionar o General Braidwood levando-os a terem mais uma missão: contactarem o agente Aguire.
 
O esquadrão viaja até Bolívia em busca do agente, e após muitos tiroteios conseguem salvar o agente, que avisa-os imediatamente que necessitam de recolher a informação, sobre a arma, que se encontra num satélite Francês. Removendo o satélite da órbita a que se encontrava, fazem com que este caia na terra momentos depois, levando-os a deslocarem-se mais uma vez e em urgência para recolherem a informação antes que os Russos a destruam.
 
A informação do satélite leva-os ao Chile, onde auxiliados pelo Pelotão de Blindados conseguem encontrar Arkady Kirilenko, o responsável pela construção da arma, infelizmente este escapa mas na pressa deixa vários documentos que levam o esquadrão a um navio abandonado num deserto chamado "Sangre Del Toro". Neste local descobrem um componente vital da arma e a verdade sobre Operação Aurora": era na verdade uma missão apenas para saber o potencial da arma, que acabou por matar os soldados em 1944.
 
Com novas informações e com o componente vital da arma o esquadrão desloca-se ao encontro do Aguire, no Equador, no momento em que lhe entregam o componente descobrem que este era um agente duplo motivado pela morte do pai na operação Aurora. Kirilenko, mais as topas russas que se encontravam no local acabam por matar Aguire e morrem logo as mãos do piloto que acompanhou sempre o esquadrão, infelizmente este morre nesta "operação".
 
O Esquadrão não perde tempo em fugir do local em direcção a cidade de Quioto, após mais tiroteios e combates a equipa chega ao aeroporto apenas para assistir à activação da arma: Um EMP é disparado causando a destruição de tudo o que é electrónico. Após um discurso motivador a equipa desloca-se para a pista onde apanham o avião, que transportava o aparelho. Em pleno ar e após muitos tiroteios o esquadrão consegue explodir com o avião antes que este chega-se a solo Americano.
 
 
Após aterrarem com os para quedas em Texas a equipa depara-se com uma caravana de veículos militares a caminho da fronteira para pararem o inicio da invasão Russa.
 
==Multiplayer==
63 511

edições