Abrir menu principal

Alterações

7 bytes removidos ,  09h52min de 24 de maio de 2011
sem resumo de edição
 
===Filipinas===
[[File:090414-M-4689B-001.JPG|thumb|Fuzileiros Navais das Filipinas em exercício de assalto anfíbio.]]
Os Fuzileiros Navais das Filipinas tem uma força de cerca de 10.000 homens divididos em três brigadas. As unidades de fuzileiros incluem as três brigadas de infantaria de manobra, cada uma composta por três batalhões de infantaria táctico com um batalhão de infantaria na reserva e um batalhão de artilharia pesada (composta pelo obuseiro 105 milímetros, 106 milímetros arma sem recuo, juntamente com veículos anfíbios e várias unidades blindadas) . Dois batalhões da Marinha das Filipinas têm funções especializadas: a Força de Reconhecimento do batalhão (Recon) é utilizado para transporte aéreo rápido para áreas problemáticas. Este batalhão Recon também é treinado em ataques de embarque de navios. Os Fuzileiros Navais do batalhão da Guarda é implantado na guerra urbana e em defesa das instalações. A forã de Fuzileiros Navais das Filipinas também é considerada a força de choque das Forças Armadas e é a primeira unidade a ser envolvido em qualquer conflito anfíbio ou por via marítima.
 
=== França ===
[[Imagem:GFM Toulon Bastille Day 2008 n1.jpeg|thumb|right|250px|Fuzileiros da Marinha Francesa.]]
Os ''fusiliers marins'' (fuzileiros marinheiros) são os marinheiros da [[Marinha Francesa]] responsáveis pela proteção e defesa das instalações navais em terra. Têm como missões: participar em operações terrestres a partir do mar, participar em operações especiais, proteger as instalações sensíveis da marinha e reforçar a proteção dos navios das forças navais.
 
Utilizador anónimo