Abrir menu principal

Alterações

1 552 bytes removidos ,  13h34min de 2 de junho de 2011
 
Foi considerado [[Património Mundial]] pela [[UNESCO]] em [[1996]] e está protegido por severas leis de protecção do património. O santuário é gerido pelo [[governo]] japonês.
 
== Descrição ==
Os Santuários [[xinto]]ísta delimitam um determinado espaço sagrado (''Keidai'') e têm habitualmente uma vedação (''tamagaki'') separando-os do espaço exterior [[profano]]. Nas imediações e na sua entrada há, habitualmente portões rituais ou [[torii]] assinalando a passagem a um espaço sagrado. Dentro deste espaço há vários edifícios ''(honsha)'' com funções rituais específicas.
 
Assim, no Santuário de Itsukushima, os edifícios principais são o ''[[Honden]]'' (edifício principal e santuário), o ''[[Haiden]]'' (oratório) e o ''[[Heiden (xintoísmo)|Heiden]]'' (edifício das oferendas) alinhados com o grande [[Torii]]. Á sua frente está o ''Hirabutai'' (plataforma cerimonial), onde têm lugar as danças cerimoniais ''([[Kagura (xintoísmo)|Kagura]])''. Do ''Hirabutai'' saem dois corredores para Este e para Oeste, que se ligam aos edifícios secundários do templo.
 
Existe ainda um segundo conjunto de santuários chamado o ''Sessha Marodo-jinja''.
 
Os edifícios apresentam o estilo arquitectónico tradicional conhecido como: ''Ryōnagare-zukuri''<ref>[http://eos.kokugakuin.ac.jp/modules/xwords/entry.php?entryID=248 Encyclopedia of Shinto, ''History and Typology of Shrine Architecture'']</ref>
 
Existem muitos [[santuário]]s [[xinto]]ístas no [[Japão]] mas o Itsukushima Jinja é universalmente reconhecido como um dos mais belos e bem conservados e constitui o melhor exemplo de arquitectura tradicional e valiosa técnica artística, integrada numa paisagem natural extraordinária.
 
== Galeria ==
Utilizador anónimo