Diferenças entre edições de "Círculo máximo"

1 byte removido ,  09h50min de 5 de julho de 2011
m
"à partir" não existe em português
m (r2.7.1) (Robô: A adicionar: hi:महावृत्त)
m ("à partir" não existe em português)
Como o círculo máximo é a linha reta traçada sobre a superfície terrestre que, passando por dois quaisquer pontos, dividiria o globo em [[hemisférios|duas partes iguais]], com exceção dos meridianos, a partir das coordenadas quadriculadas de René Descartes esses círculos deixaram de constar nos mapas.
 
Os [[meridiano]]s e o [[Linha do Equador|equador]] são exemplos de círculos máximos traçados sobre a superfície da [[Terra]] sendo que os círculos [[paralelo (geografia)|paralelos]] que cruzam com os meridianos originários da rotação do planeta, são gradativamente menores àa partir que se afastam da [[Linha do Equador|equador]] em direção aos pólos ou que qualquer dos meridianos. Tal resulta de uma das propriedades dos círculos máximos: nenhum círculo que esteja inscrito num plano paralelo àquele onde esteja inscrito um círculo máximo pode ser maior do que este e esses círculos menores são chamados individualmente de ''[[círculo das alturas iguais]]'' (impropriamente classificados como ''pequenos círculos'') tendo em vista tratar-se da projeção do raio de luz de uma estrela.
 
Outros exemplos de círculos máximos são o horizonte (no sentido astronômico ), o [[equador celeste]] e a [[eclíptica]].