Abrir menu principal

Alterações

2 bytes removidos, 13h40min de 19 de julho de 2011
sem resumo de edição
| Nationality = {{flagicon|Italy}} [[Italiano]]
| Years = [[Temporada de Fórmula 1 de 1981|1981]] – [[Temporada de Fórmula 1 de 1994|1994]]
| Team(s) = 6 ([[Tyrrell]], [[FerrariLotus]], [[Larrousse]], [[Arrows]], [[Scuderia Italia]] e [[MinardiFerrari]])
| Races = 217 (194 largadas)
| Championships = 0 (2º em 1985)
A segunda vitória na Fórmula 1 aconteceu em [[Detroit]], na temporada seguinte ([[Temporada de Fórmula 1 de 1983|1983]]). O brasileiro da [[Brabham]], [[Nelson Piquet]], liderava a corrida e conseguia abrir facilmente do Tyrrell de Alboreto. Faltando 9 voltas para o fim, Piquet teve um pneu furado e foi obrigado a fazer um pit-stop. O italiano assumiu a ponta e administrou sua vantagem para o finlandês [[Keke Rosberg]], da Williams, estabelecendo a última vitória do clássico motor [[Cosworth DFV]] de oito cilindros na F-1. Foi uma corrida em que, do 1º ao 6º, apenas o 4º colocado era [[Turbo]]. Acabou sendo também a última vitória da equipe do '''"Tio Ken"''' na categoria.
 
==== Alboreto na Ferrari (1984-19881994) ====
[[Ficheiro:Alboreto 1985-08-02.jpg|direita|thumb|300px|Alboreto na Ferrari em 1985]]
Após 11 anos sem um piloto da ''"casa"'' (a última foi em [[Temporada de Fórmula 1 de 1973|1973]] com [[Arturo Merzario]]), [[Enzo Ferrari]] contrata Michele Alboreto para conduzir o carro vermelho número 27 para a temporada de [[Temporada de Fórmula 1 de 1984|1984]]. Pilotar para o time de Maranello era seu grande sonho e a primeira vitória com a máquina acontece no [[Grande Prêmio da Bélgica de 1984 (Fórmula 1)|Grande Prêmio da Bélgica]], em [[Zolder]]. No ano de estreia, Alboreto termina a temporada em 4º lugar com 30,5 pontos; ainda marcou uma pole e uma volta mais rápida, passando a ser muito popular na Itália.
367

edições