Diferenças entre edições de "Balada triste de trompeta"

832 bytes adicionados ,  02h12min de 8 de agosto de 2011
 
Já na idade adulta, Javier (Carlos Areces) consegue emprego de palhaço triste em um circo, lá se apaixona por uma trapezista chamada Natalia (Carolina Bang), noiva do palhaço bobo, Sergio (Antonio de la Torre), que se mostra um homem machista e violento. A tensão do filme repousa na disputa entre os dois palhaços pelos amor de Natalia. Em um ataque de fúria Javier deixar desfigurado o rosto de Sergio, em seguida foge para uma floresta onde é captura pelos [[facismo|facistas]] - inimigos do seu pai - que o reconhecem pelo corrente que carrega consigo. Levado para uma fazenda Javier é usado por Salcedo como uma [[cachorro]] de caça.
 
Vestido de uma improvisada fantasia de palhaço e portanto armamento pesado Javier deixa para traz o passado de palhaço triste e se converte no palhaço vingador, ele consegue escapar dos facistas e dar fim a vida do Coronel Salcedo, cumprindo a promessa feita para seu pai. Para libertar-se de todas as injustiças sai pelas ruas aterrorizando a todos que cruzem o seu caminho, tal como incentivou uma aparição de seu pai, produzida por uma alucinação. "O humor são para o fracos. Se não acham divertido, amedronte-os".
 
Por fim Javier reencontra seus companheiros circenses que o ajudam a se aproximar de Natalia. Bastante transtornado, Javier a leva para um esconderijo, os túneis do Valle de los Caídos. O filme finaliza com tensos momentos de perseguições, brigas e fuga, entre o dois dois palhaços e a polícia.
 
{{Referências}}