Diferenças entre edições de "Nunc dimittis"

2 809 bytes adicionados ,  12h27min de 14 de agosto de 2011
sem resumo de edição
{{Título em itálico}}
[[Ficheiro:Folio 63r - The Presentation in the Temple.jpg|thumb|O início do ''Nunc Dimittis'' nas [[Très Riches Heures du Duc de Berry]]]]
[[Ficheiro:Andrea Mantegna - The Presentation - Google Art Project.jpg|thumb| direita| 300px|[[Apresentação de Jesus no Templo]].<br><small>Por [[Mantegna]], atualmente na [[Gemäldegalerie]] de [[Berlim]].</small>]]
'''''Nunc dimittis''''' (também conhecido como '''Cântico de Simeão''') é uma passagem da [[Bíblia]], especificamente do [[evangelho]]Evangelho de [[São Lucas]] ({{citar bíblia|livro = Lucas| capítulo = 2:| verso = 29-|verso_final = 32}}) e tem este nome devido as suas primeiras palavras em latim (''Nunc dimittis servum tuum, Domine...'')<ref>''Agora, Senhor, tu podes despedir ao teu servo'' - Bíblia, trad. Pe. Antonio Pereira de Figueiredo, com aprovação de S. Em.ª D. Jaime ''Card.'' de Barros Câmara, tradução ecumênica. <small>Sem ISBN.<small></ref>
 
De acordo como [[Evangelho de Lucas]] ({{citar bíblia|livro = Lucas| capítulo = 2| verso = 29| verso_final = 32}}), [[Simeão, o Justo|Simeão]] era um homem justo e havia recebido a promessa do [[Espírito Santo]] de que não morreria até ver o [[JesusMessias|RedentorSalvador]]. Tendo os [[Sagrada Família de Jesus de Nazaré|pais de Jesus]] trazido o menino ao templo[[Templo de Jerusalém]] para cumprir o preceito da [[lei judaica]] referente a [[Pidyon HaBen|consagração do primeiro filhoprimogênito]] (algo em torno de 40 dias após o nascimento, que não se confunde com a [[Brit Milá|cerimônia de circuncisão]]). Simeão estava lá e tomou Jesus em seus braços recitando o cântico que até hoje é usado pela Igreja na celebração das [[Completas]].
'''''Nunc dimittis''''' (também conhecido como '''Cântico de Simeão''') é uma passagem da [[Bíblia]], especificamente do [[evangelho]] de [[São Lucas]] (2:29-32) e tem este nome devido as suas primeiras palavras em latim (''Nunc dimittis servum tuum, Domine...'')<ref>''Agora, Senhor, tu podes despedir ao teu servo'' - Bíblia, trad. Pe. Antonio Pereira de Figueiredo, com aprovação de S. Em.ª D. Jaime ''Card.'' de Barros Câmara, tradução ecumênica. <small>Sem ISBN.<small></ref>
 
== Versões ==
De acordo como [[Evangelho de Lucas]] ({{citar bíblia|livro = Lucas| capítulo = 2| verso = 29| verso_final = 32}}), [[Simeão, o Justo|Simeão]] era um homem justo e havia recebido a promessa de que não morreria até ver o [[Jesus|Redentor]]. Tendo os [[Sagrada Família de Jesus de Nazaré|pais de Jesus]] trazido o menino ao templo para cumprir o preceito da [[lei judaica]] referente a consagração do primeiro filho (algo em torno de 40 dias após o nascimento, que não se confunde com a [[Brit Milá|cerimônia de circuncisão]]). Simeão estava lá e tomou Jesus em seus braços recitando o cântico que até hoje é usado pela Igreja na celebração das [[Completas]].
[[Ficheiro:Folio 63r - The Presentation in the Temple.jpg|thumb|O início do ''Nunc Dimittis'' nas [[Très Riches Heures du Duc de Berry]].<br><small>No [[Musée Condé]], em [[Chantilly (França)|Chantilly]].</small>]]
{{ref-section}}
Grego original ([[Novum Testamentum Graece]]):
:{{politônico|νῦν ἀπολύεις τὸν δοῦλόν σου, δέσποτα, κατὰ τὸ ῥῆμά σου ἐν εἰρήνῃ·}}
:{{politônico|ὅτι εἶδον οἱ ὀφθαλμοί μου τὸ σωτήριόν σου,}}
:{{politônico|ὃ ἡτοίμασας κατὰ πρόσωπον πάντων τῶν λαῶν,}}
:{{politônico|φῶς εἰς αποκάλυψιν ἐθνῶν καὶ δόξαν λαοῦ σου Ἰσραήλ.}}
 
Latim ([[Vulgata]]):
:''Nunc dimittis servum tuum, Domine, secundum verbum tuum in pace:''
:''Quia viderunt oculi mei salutare tuum''
:''Quod parasti ante faciem omnium populorum:''
:''Lumen ad revelationem gentium, et gloriam plebis tuae Israel.''
 
Português ([[Tradução Brasileira]]<ref>{{citar bíblia|livro = Lucas| capítulo = 2| verso = 29|verso_final = 32}}</ref>):
:Agora tu, Senhor, despedes em paz o teu servo Segundo a tua palavra;
:Porque os meus olhos já viram a tua salvação,
:A qual preparaste ante a face de todos os povos:
:Luz para revelação aos gentios, E glória do teu povo de Israel.
 
Português (Tradução de [[João Ferreira de Almeida]] - 1819<ref>[http://pt.wikisource.org/wiki/Jo%C3%A3o_Ferreira_de_Almeida_1819_(ortografia_atualizada)/Lucas/II Lucas 2:29-32]</ref>)
:Agora despedes, Senhor, em paz a teu servidor, segundo a tua palavra;
:Pois já meus olhos tem visto tua salvação.
:A qual aparelhaste perante a face de todos os povos.
:Luz para iluminação das gentes, e para glória de teu povo Israel.
 
== Liturgia ==
O ''Nunc dimittis''' é o "Cântico do Evangelho" tradicional para a oração da noite ([[Completas]]), assim como o ''[[Benedictus]]'' e o ''[[Magnificat]]'' são as tradicionais para as da manhã ([[Laudes]]) e de tarde ([[Vésperas]]), respectivamente. Por isso, o Nunc dimittis é encontrado ofício litúrgico de muitas denominações cristãs ocidentais, incluindo a [[Comunhão Anglicana]] (no [[Livro de Oração Comum]]) de 1662, além do serviço das Completas da [[Igreja Católica]] e da [[Igreja Luterana]]. Na tradição oriental, o cântico está nas [[Vésperas]] da [[Igreja Ortodoxa]].
 
Nas igrejas luteranas, o Nunc dimittis pode ser cantado logo após a recepção da [[Eucaristia]]<ref>''[[Lutheran Service Book]]'', Concordia Publishing House, 2005.</ref>.
 
{{Referências}}
 
[[Categoria:Liturgia das Horas|Nunc dimittis]]
198 339

edições