Buraco (semicondutores): diferenças entre revisões

Desfeita a edição 26543377 de 189.75.26.24 (discussão | contribs)
(Desfeita a edição 26543377 de 189.75.26.24 (discussão | contribs))
{{Ver desambig|prefixo=Se procura|outros significados de buraco (em nível de desambiguação)|Buraco}}
 
Lacuna'''Buraco (semicondutores)''', ou simplesmente '''buraco''', quando não houver possibilidade de confusão ou pelo uso no domínio específico e restrito da [[Ciência dos materiais]] ou da [[Eletrônica|Eletrônica semicondutora]], é a região quântica numa rede cristalina de material [[semicondutor]] [[Dopagem eletrônica|dopado]], caracterizada como ausência de um elétron, porém comportando-se efetivamente como um portador de carga positiva (em [[Língua inglesa|inglês]], ''hole''). Também se diz vazio[[lacuna (semicondutores)|lacuna]], embora menos usual.
 
==Ficção particular==
O conceito de lacunaburaco pode ser entendido como uma "construção ou ficção físico-matemática conveniente", adequada a tornar mais simples os modelos físico-matemáticos que lidam com portadores de cargas elétricas num meio material qualquer, notadamente em redes cristalinas semicondutoras. Com efeito, a adoção desse conceito facilita, pois possibilita, a aplicação dos mesmos modelos dinâmico-quânticos aplicados aos elétrons, com a consideração adicional e singular de se tratar de um portador de carga positiva, não negativa.
 
Em realidade, ao lacunaburaco, como partícula material com existência autônoma não existe, porém, ''na dinâmica dos fluxos de portadores de carga elétrica, devido à "u’a — diga-se — maior persistência da lacuna deixada por um elétron ao se deslocar", tal lacuna (ou buraco) ganha uma existência própria como se fora um portador de carga elétrica positiva''.
 
==Portadores de carga==
26 639

edições