Diferenças entre edições de "Greg Ray"

67 bytes removidos ,  02h16min de 2 de setembro de 2011
sem resumo de edição
 
==IRL==
Ray estreou na [[IndyCar Series|IRL]] em 1997, pilotando um carro preto de número 97, da equipe [[Knapp Motorsports|Knapp]]. Terminou a temporada em 29<small>o<small>29o. lugar, com 73 pontos.
 
Ele iniciou a temporada de 1998 na mesma Knapp, mas, com o segundo lugar conquistado no GP do Texas, atraiu a atenção da equipe [[A. J. Foyt Enterprises|Foyt]], que o contratou para disputar duas provas (Dover e Charlotte). Retornou à Knapp no GP de Atlanta, ficando na escuderia até o GP de Las Vegas.
 
A equipe [[Team Menard|Menard]], uma das mais tradicionais da Indy (incluindo a fase pré-cisão), contratou Ray para a disputa da temporada de 1999. Sucedendo [[Tony Stewart]], que foi para a NASCAR, o veterano (tinha 32 anos à época de sua contratação) surpreendeu com um carro apenas mediano - chegou 3 vezes na 21<small>a<small>. posição, mas conquistou um pódio no Texas.
 
Mas o grande momento da carreira de Greg Ray aconteceu no dia 27 de junho, no circuito de Pikes Peak. Foi lá onde o piloto conquistou a primeira de suas cinco vitórias na IRL. Com mais duuas vitórias e um terceiro lugar no GP do Texas ('''Mall.com 500''') , Ray conquistou o título da temporada de 1999.
 
A partir daí, a carreira de Ray entrou em fase descendente, com o piloto terminando em 13<small>o<small> lugar em 2000, 18<small>o<small>18o. em 2001 (Ray venceu o GP de Atlanta, sendo este o último triunfo da carreira do veterano), 23<small>o<small>23o. em 2002, 15<small>o<small>15o. em 2003 e 23<small>o<small>23o. em 2004, último ano de sua carreira na IRL.
 
Ray deixou a categoria após desistir de participar do GP do Kansas. Na época ele pilotava pela inexpressiva equipe [[Access Motorsports|Access]]. Era cotada sua presença na Indy 500 de 2005, como um dos pilotos que se inscreviam de última hora, mas tal participação não se concretizou.