Diferenças entre edições de "Otão III do Sacro Império Romano-Germânico"

m
→‎Juventude: Eliminação de salto de domínio utilizando AWB (7794)
m (r2.7.1) (Robô: A adicionar: lv:Oto III Otons)
m (→‎Juventude: Eliminação de salto de domínio utilizando AWB (7794))
Foi proclamado rei da Alemanha em [[Verona]] em junho de [[983]], quando tinha apenas tres anos de idade, e coroado em [[Aachen]] ([[Aix-la-Chapelle]] em [[25 de dezembro]] do mesmo ano. Seu pai morreu quatro dias antes da cerimônia, mas a notícia de sua morte só chegou à Alemanha após a coroação.
 
[[Ficheiro:Meister_der_Reichenauer_Schule_002Meister der Reichenauer Schule 002.jpg|thumb|esquerda|150px|'''Oto III.''']]
No início de [[984]], [[Henrique II, Duque da Baviera]], que havia sido deposto como [[duque da Baviera]] por [[Oto II]], prendeu o pequeno Oto e forçou aceitarem sua regência como membro da casa reinante. Para reforçar sua posição, aliou-se ao rei [[Lotário de França]]. [[Willigis]], o arcebispo de [[Mainz]], líder do partido de Oto, induziu Henrique a liberar o jovem rei prisioneiro, recebendo de volta o ducado da Baviera. Oto foi então devolvido a sua mãe, a princesa [[bizantina]] [[Teofânia de Bizâncio]], que serviu de [[Regência (sistema de governo)|regente]] a partir de então. Ela abandonou a política imperialista de seu marido e devotou-se completamente a aumentar a aliança entre a [[Igreja]] e o [[Sacro Império Romano-Germânico|Império]]. Ela não conseguiu, entretanto, evitar que a França se libertasse da influência alemã. Conseguiu tomar conta dos interesses nacionais do império no leste. Um de seus maiores sucessos foi conseguir manter a supremacia feudal sobre a [[Boêmia]].
 
}}
{{Caixa de sucessão|
|título = [[Anexo:Lista de reis da Itália|Rei da Itália]]
|anos =
|antes = [[Oto II]]
}}
{{Termina caixa}}
 
 
{{esboço-históriade}}
 
{{biografias}}
{{Bom interwiki|fr}}
 
[[Categoria:Monarcas católicos]]
[[Categoria:Mortos em 1002]]
 
{{Bom interwiki|fr}}
{{Link FA|de}}
 
[[be:Атон III]]
[[bg:Ото III (Свещена Римска империя)]]