Abrir menu principal

Alterações

24 bytes adicionados ,  12h03min de 28 de setembro de 2011
O nome Zagor é uma abreviação de Za-gor-te-nay, ou seja, "O espírito com a machadinha" (em dialeto dos índios algonquinos). Ao perder seus pais passou a dedicar sua vida à defesa da paz e da ordem na imaginária floresta de Darkwood, situada na região dos [[Estados Unidos da América|Estados Unidos]] conhecida por "As 13 Colônias". Zagor possui extraordinários reflexos e dotes atléticos e é extremamente hábil no uso de sua machadinha. Os seus feitos, além da impressão causada por suas vestes e por seu grito de guerra (um característico "AAHHYAAKK!") o fazem ser considerado pelos índios como uma espécie de semi-deus enviado por Manitu. O ambiente das histórias é o velho oeste, mas G. Nolitta (Sérgio Bonelli) inseriu alguns elementos fantásticos, assombrações, ficção científica, e coisas do gênero. O verdadeiro nome de Zagor é Patrick Wilding (conforme os leitores italianos puderam constatar ao ler o Zagor Speciale n.7 (A Lenda de Wandering Fitzy), Zagor n.5 pela [[Editora Mythos|Mythos]]).
 
Por que o codinome "Espírito da Machadinha"? Porque Zagor habitualmente combate usando como arma uma espécie de machadinha (na verdade, um [[tomahawk]]) feita de pedra com cabo de madeira. Não obstante traga uma [[pistola]] na cintura, geralmente evita usá-la, preferindo lutar com as chamadas [[arma branca|armas brancas]] ou com as mãos nuas.
 
=== Pronúncia ===
Utilizador anónimo