Diferenças entre edições de "Seleuco IV Filopátor"

85 bytes adicionados ,  18h48min de 28 de setembro de 2011
m
+uma ref
m (r2.6.4) (Robô: A modificar: vi:Seleukos IV Philopator)
m (+uma ref)
Em [[196 a.C.]] a Trácia fora adicionada ao [[Império Selêucida]], a qual Seleuco é nomeado governador. No ano de [[190 a.C.]] ele cerca a cidade de [[Pérgamo]], aliada de Roma e toma parte na [[Batalha de Magnésia]], na qual os romanos saíram vitoriosos. Em 189 a.C. torna-se co-governador de seu pai.
 
Com a morte do rei Antíoco em 3 de julho de 187 a.C.,{{carece de fontes}} lutando contra os persas em ''Ilam'', Seleuco torna-se rei <ref name="bar.hebraeus.cronografia.7">[[Bar Hebraeus]], ''Cronografia'', Livro VII, ''O primeiro reino dos gregos'', ''Aqui começa a sétima série, que passa dos reis dos persas até os gregos pagãos''</ref> e tenta restaurar o Império por meios diplomáticos. Casou sua filha [[Laódice (filha de Seleuco IV Filopáter)|Laódice]] com o rei macedônio [[Perseu da Macedónia|Perseu]], o que foi considerado pelo rei [[Eumenes II Sóter]] de Pérgamo como um ato anti-romano. No mesmo ano {{carece de fontes}} ele envia seu filho [[Demétrio (filho de Seleuco IV Filopáter)|Demétrio]] como refém a Roma;<ref name="bar.hebraeus.cronografia.7" /> em contrapartida, seu irmão, [[Antíoco IV|Antíoco]] volta de lá.
 
Em 175 a.C. ele se vê compelido por necessidades financeiras, criadas em grande parte pela pesada indenização de guerra exigida por Roma, a prosseguir com uma política ambiciosa. Por instigação de Apolônio, dá ordem ao seu comandante Heliodoro para obter dinheiro no Templo de Jerusalém, mas ele encontra oposição do sumo sacerdote [[Onias]] e retorna. Em 3 de setembro desse ano o rei Seleuco é assassinado por Heliodoro. O reino foi tomado por seu irmão mais novo [[Antíoco Epifânio]], que havia passado onze anos em Roma como refém.<ref name="bar.hebraeus.cronografia.7" /> Ao retornar de Roma, Antíoco Epifânio matou a Heliodoro. Como o verdadeiro herdeiro [[Demétrio I Sóter|Demétrio]], filho de Seleuco IV, estava sendo mantido como refém em Roma, uma criança, [[Antíoco (filho de Seleuco IV Filopáter)|Antíoco]], filho de Seleuco IV, foi formalmente o rei por alguns anos até que Epífanes o matou.
 
== Ver também ==
59 779

edições