Diferenças entre edições de "Túlio Hostílio"

1 byte adicionado ,  19h23min de 29 de outubro de 2011
m (r2.7.1) (Robô: A adicionar: be:Тул Гастылій)
A lenda diz que Túlio era muito ocupado com uma guerra após a outra que havia descuidado dos serviços às divindades. Uma peste terrível abateu-se sobre Roma. Também Túlio foi atingido. Então ele rezou a [[Júpiter (mitologia)|Júpiter]] para ter seu favor e sua ajuda. A resposta do deus foi um raio que veio do céu, queimou o rei e reduziu sua casa a cinzas.
 
Isto foi visto pelos romanos como uma indicação de eque deviam escolher melhor o novo rei, um rei que seguisse o exemplo pacífico de [[Numa Pompílio]] e então escolheram [[Anco Márcio]], neto de Numa PomílioPompílio.
 
[[Dionísio de Halicarnasso]], em [[Antiguidades romanas]], em vez disso, conta outra possível morte de Túlio Hostílio: Anco Márcio, antes a serviço de Túlio Hostílio, sonhava tornar-se rei e com alguns comparsas o matou e depois contou ao povo na casa Hostília a história do raio e no início não teve crédito. Mas sublinhando que a historiografia elogia Anco Márcio como rei bom e pacífico (em contraste com a tradição que o considerava assassino e sedento de poder para obter a posição de rei) por isso mantém como possível a versão de um raio que tenha atingido a casa de Túlio Hostílio.
Utilizador anónimo