Abrir menu principal

Alterações

18 bytes removidos ,  12h12min de 6 de novembro de 2011
sem resumo de edição
'''Yangon''' ou '''Rangum''' é a maior [[cidade]] de [[Mianmar]] (ou [[Birmânia]]), antiga capital. Seu nome é formado por duas palavras: ''yan'', que significa ''inimigos'', e ''koun'', que significa ''livrar-se de'',''fugir de'' - "cidade sem inimigos".
 
Hoje com cerca de 4,5 milhões de [[habitante]]s, Yangon (pop. 2,458,712) está localizada próxima ao rio Yangon. A cidade é o maior importador de Myanmar e também é o maior lugar em volume de negócios comerciais e industriais. Tem arroz, petróleo, algodão, minérios e metais, há moinhos de arroz, serrarias, refinarias de petróleo e aço, ferro, e cobre.
==História==
foi fundada, com o nome de ''Dagon'', provavelmente no [[século VI]], pelos Mon, que na época ocupavam a [[Baixa-Birmánia]]. Dagon era uma pequena vila de pescadores localizada em volta dum pagode que se tornou o centro de peregrinação o mais importante da Birmânia : o [[Pagode Shwedagon]] (ouro de Dagon, antigo nome de Rangum). No princípio do [[século XVII]] aínda é apenas uma aldeia perto do Pagode (que hoje se encontra a 2 kilómetros do centro da cidade), a cidade principal estando em frente, do outro lado do rio : [[Sirião]]. Portanto, a partir da tomada de Sirião aos portugueses de [[Filipe de Brito e Nicote|Filipe de Brito]], em [[1613]], Rangum cresce, até se tornar capital do país em [[1753]] pelo rei [[Alaungpaya]], que le dá este último nome.
3 602

edições