Diferenças entre edições de "Ano sem Verão"

1 byte adicionado ,  12h12min de 12 de novembro de 2011
m (r2.6.4) (Bot: Modificando: es:Año sin verano)
As aberrações climáticas não usuais de 1816 tiveram seus efeitos sentidos em maior escala no norte dos [[Estados Unidos]], nas [[Províncias marítimas do Canadá]], [[Terra Nova e Labrador]] e ao norte da [[Europa]]. Tipicamente, o final da primavera e o verão ao norte dos EUA e no Canadá são relativamente estáveis: temperaturas (médias tanto do dia quanto da noite) são de 20º ~ 25ºC, e raramente abaixo de 5ºC. Neve de verão é um evento extremamente raro.
 
Em maio de 1816<ref>[http://www.islandnet.com/~see/weather/history/1816.htm Weather Doctor's Weather People and History: Eighteen Hundred and Froze To Death, The Year There Was No Summer<!-- Bot generated title -->]</ref>, [[geada]]s destruíram a maior parte das plantações, e em Junho duas grandes [[tempestade de inverno|tempestades de inverno]] no leste do Canadá e na Nova Inglaterra resultaram em muitas mortes humanas. Quase 30cm de neve foi observado em [[Quebec]] em meados de Junho, com consequente perda adicional de colheitas. A maior parte das plantas de versão possuem pardesparEdes celulares que se rompem com geadas fracas, sendo destruídas quando uma nevasca cobre o solo. O resultado foi carestia regional, fome, epidemias e aumento da mortalidade.
 
Em Julho e Agosto, lagos e gelo nos rios foram observados até ao sul da [[Pensilvânia]]. Rápidas variações de temperatura eram comuns, com as temperaturas revertendo as vezes ao normal ou acima do normal para um verão, como 35ºC, e então, baixando para temperaturas de geada em apenas algumas horas. Mesmo com alguns fazendeiros no sul da Nova Inglaterra conseguindo com sucesso levar algumas colheitas até a maturidade, o milho e outros cereais tiveram aumento dramático nos preços. Aveia, por exemplo, subiu de 12¢ o [[celemim]] para 92¢, quase 8 vezes o preço. E a aveia era um produto necessário para uma economia dependente de cavalos como meio principal de transporte. Estas áreas sofrendo perda de colheitas tinham ainda que lidar com a falta de estradas do inicio do século XIX, impossibilitando a importação de alimentos facilmente.
Utilizador anónimo