Manuel de Bragança (1640): diferenças entre revisões