Diferenças entre edições de "Comunidade de Santo Egídio"

308 bytes adicionados ,  02h55min de 14 de dezembro de 2011
Mais dados
(Prêmios)
(Mais dados)
{{catolicismo}}
 
A '''Comunidade de Santo Egídio''' é uma organização católica fundada em [[1968]] no bairro de [[Trastevere]], em [[Roma]], [[Itália]], sendodedicada tambémà conhecida[[caridade]], como "a pequena ONU do Trastevere" pela dedicação aos pobres.<ref name="vatican">{{it}} Sítio Oficial do Vaticano/Livraria[[evangelização]] e Editorapromoção doda Vaticano (2004). ''[http://www[paz]].vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/laity/documents/rc_pc_laity_doc_20051114_associazioni_it.html#COMUNIT%C3%80%20DI%20SANT%E2%80%99EGIDIO Associazioni Internazionali di fedeli, Repertorio]'', acesso em 12 de deembro de 2011</ref><ref name="veja"/><ref name="cazzullotime">{{iten}} CazzulloMurphy, AldoMimi (193 de dezembroabril de 20102008). ''[http://archiviostoricowww.corrieretime.itcom/2010time/dicembremagazine/19article/Sant_Egidio_diplomazia_dei_poveri_co_9_1012190510,9171,1727711,00.shtmlhtml Sant'Egidio, diplomazia deiAndrea poveriRiccardi]''. ''[[CorriereRevista della SeraTime]]'', acesso em 1214 de dezembro de 2011</ref>
 
Fundada por [[Andrea Riccardi]], também é conhecida como "a pequena ONU do Trastevere" pela dedicação aos pobres.<ref name="vatican">{{it}} Sítio Oficial do Vaticano/Livraria e Editora do Vaticano (2004). ''[http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/laity/documents/rc_pc_laity_doc_20051114_associazioni_it.html#COMUNIT%C3%80%20DI%20SANT%E2%80%99EGIDIO Associazioni Internazionali di fedeli, Repertorio]'', acesso em 12 de deembro de 2011</ref><ref name="veja"/><ref name="cazzullo">{{it}} Cazzullo, Aldo (19 de dezembro de 2010). ''[http://archiviostorico.corriere.it/2010/dicembre/19/Sant_Egidio_diplomazia_dei_poveri_co_9_101219051.shtml Sant'Egidio, diplomazia dei poveri]''. ''[[Corriere della Sera]]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref>São cerca de 50 mil leigos em trabalho em mais de 70 países.<ref name="time"/>
O nome desta comunidade é referência ao local de implantação, ou seja, nas proximidades da igreja de [[Santo Egídio]].<ref name="balzan">{{it}} Fondazione Internazionale Premio Balzan (18 de novembro de 2004). ''[http://www.balzan.org/it/premiati/comunita-di-sant-egidio---programma-dream_0000000827.html Premio Balzan 2004 per l'umanità, la pace e la fratellanza fra i popoli]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref>
 
O nome desta comunidade é referência ao local de implantação, ou seja, nas proximidades da igrejaPraça de [[Santo Egídio]].<ref name="balzan">{{it}} Fondazione Internazionale Premio Balzan (18 de novembro de 2004). ''[http://www.balzan.org/it/premiati/comunita-di-sant-egidio---programma-dream_0000000827.html Premio Balzan 2004 per l'umanità, la pace e la fratellanza fra i popoli]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref>
Fundada por [[Andrea Riccardi]], é formada por leigos e está presente em mais de 70 países.
 
==História==
Na segunda metade dos anos 70, a comunidade chegou a outras cidades italianas.<ref name="vatican"/>
 
Nos anos 80, a comunidade começou a se internacionalizar ao chegar à Europa, África, América e Ásia, e manteve acom sua identidade original, como serviço aos pobres, defesa da paz e dignidade humana, comunicação do Evangelho, amizade com imigrantes, doentes terminais, soropositivos, presidiários (especialmente condenados à morte), vítimas de guerraguerras, dependentes de drogas, e atuação em diversas formas de pobreza e defesa da paz.<ref name="vatican"/>
 
Em [[18 de maio]] de [[1986]], o pontíficio conselho de leigos decretou a elevação da Comunidade de Santo Egídio comoa uma "associação internacional de fiéis de direito pontifício".<ref name="vatican"/>
 
Nos anos 90, a comunidade passou a desenvolver vários projetos como ''Viva os Idosos'', ''Escola do Evangelho'' (para adultos e famílias), ''Povo de Paz'' (para imigrantes).<ref name="vatican"/> A comunidade está ligada a organizações não governamentais que desenvolvem iniciativas de cooperação e desenvolvimento em países como [[Kosovo]], [[Albânia]], [[El Salvador]] e [[Guatemala]].<ref name="vatican"/>
Em [[16 de novembro]] de [[2011]], o fundador Andrea Riccardi passou a integrar o governo italiano como ministro da Cooperação Internacional.<ref name="veja">Kaiser, Henning (16 de novembro de 2011). ''[http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/fundador-da-comunidade-de-santo-egidio-faz-parte-do-novo-gabinete-da-italia Fundador da Comunidade de Santo Egídio faz parte do novo gabinete da Itália]''. ''[[Revista Veja]]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref>
 
Em [[29 de novembro]] de [[2011]], a comunidade organizou uma jornada mundial contra a [[pena de morte]] que teve a adesão de cerca de 1.400 cidades de 87 países, cujas boas-vindas para as delegações em Roma foram feitas pelo [[Papa Bento XVI]]. <ref name="lusa">Lusa/SOL (30 de novembro de 2011). ''[http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=35155 Cerca de 1.400 cidades de 87 países associaram-se à campanha]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref> As boas-vindas às delegações em Roma foram feitas pelo [[Papa Bento XVI]].<ref name="lusa"/>
 
==Características==
 
O termo ''comunidade'' corresponde a uma exigência natural de fraternidade, especialmente em resposta àa formas de dispersão (familiar, profissional e civil) característicacaracterísticas das grandes cidades modernas.<ref name="vatican"/>
 
De acordo com o portal oficial do Vaticano, "a amizade é um tratamento característico de Santo Egídio, tanto internamente como também atitude de simpatia e atenção em nível mundial".<ref name="vatican"/>
===Prêmios===
 
Em [[2004]], a comunidade recebeu o Prêmio Balzan pela defesa da convivência pacífica entre grupos de etnias diferentes e por desenvolver açãoações humanitária, independentemente da crença religiosahumanitárias, de paz e fraternidade entre os povos, especialmenteindependentemente da crença religiosa, como o programa Dream.<ref name="balzan"/>
 
Em [[2009]], Andrea Riccardi, o fundador, recebeu o prêmio Carlos Magno.<ref>{{de}} Internationaler Karlspreis zu Aachen (2009). ''[http://www.karlspreis.de/de/preistraeger/2009/rede_von_prof_dr_andrea_riccardi.html Der Karlspreisträger 2009 Andrea Riccardi]'', acesso em 12 de dezembro de 2011</ref>
5 709

edições